Fiquem conectados conosco

Política

Menos um: juíza eleitoral indefere candidatura a prefeito de Francisco Irmão

Com a decisão, Camaçari passa a ter 10 candidatos ao executivo municipal.

Lenielson Pita

Publicado

-

Francisco Irmão. Foto: Reprodução

O candidato a prefeito Francisco Irmão (Solidariedade) teve a candidatura indeferida pela juíza eleitoral de Camaçari, Bianca Gomes da Silva, nesta quinta-feira (22). Na sentença, a magistrada destaca que o Cartório Eleitoral constatou que o político está inelegível devido a condenação criminal contra a administração pública por atividade clandestina de telecomunicação.

Ainda de acordo com a juíza, o Ministério Público Eleitoral se manifestou pelo deferimento do pedido “apesar do registro de condenação no delito de telecomunicações”.

Entretanto, a magistrada ressaltou que “a Constituição Federal conferiu à União competência exclusiva para a exploração dos serviços de telecomunicação e incumbiu à Administração Pública a prestação de serviços públicos; a usurpação de tal serviço atinge diretamente a Administração Pública, colocando-a como sujeito passivo do tipo penal previsto no artigo 183 da Lei n° 9.472/97”, conforme sentença, que pode ser lida na íntegra aqui.

Os outros 10 candidatos a prefeito em Camaçari tiveram as candidaturas deferidas.

CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
Natal Boulevard 300×250

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.