Fiquem conectados conosco

Geral

Ataque contra guarnição policial resulta em morte no Jaraguá, afirma PM

Os policiais realizavam uma intervenção na localidade após denúncias de tráfico de drogas.

Avatar

Publicado

em

Foto: 12ºBPM

Nesta quinta-feira (21), policiais militares da Companhia de Emprego Tático-Operacional (Ceto) do 12º Batalhão de Polícia Militar em Camaçari, realizaram uma intervenção na localidade conhecida como Invasão da Guini, no Jaraguá (Rabo da Gata), que ocasionou uma troca de tiros, resultando na morte de um suposto traficante e na apreensão de drogas e outros materiais.

Segundo o 12º BPM, policiais receberam denúncias de que indivíduos transitavam com arma de fogo e realizavam tráfico de drogas na localidade. Por isso, a equipe da Ceto passou a realizar rondas e incursões na região apontada; em uma dessas ocasiões, um indivíduo percebeu a presença da guarnição e efetuou disparos de arma de fogo. Os policiais responderam a agressão, atingindo o indivíduo conhecido como “Satanazinho”. O acusado, ferido, foi socorrido e levado ao Hospital Geral de Camaçari (HGC), onde não resistiu aos ferimentos.

O acusado tinha um mandado de prisão emitido pela Vara do Júri, além de várias denúncias da própria comunidade contra o resistente, as quais versam sobre ameaças, extorsão, tráfico de drogas, lesão corporal e homicídios, entre outras acusações.

Logo após a ação, foram encontrados uma pistola 380 de numeração suprimida; um carregador de pistola; três munições intactas no calibre 380; 32 embalagens de crack; uma balança de precisão; seis eppendorfs vazios para embalar drogas; 15 porções de maconha; um pacote contendo sacos plásticos para embalar drogas; uma pedra grande de crack e 300 gramas de cocaína.

Publicidade

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. _____________________________

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.