Indicação para construção de estações de transbordo em Abrantes e Monte Gordo é aprovada na Câmara

Atualmente os ônibus municipais que circulam pela orla de Camaçari não possuem estação de transbordo, algo que dificulta a integração com o transporte público da sede e entre os que circulam na costa, além dos valores diferentes de tarifa. O assunto foi tema de indicação na sessão de hoje (14) da Câmara Municipal, realizada no Teatro Alberto Martins, a qual solicita a construção de estações em Vila de Abrantes e Monte Gordo.

“Falamos de integração, falamos de unificação de tarifa no município, mas as estações de transbordo são equipamentos essenciais para que esse tipo de modificação possa de fato acontecer e dessa forma contemplar a necessidade e a realidade de cada cidadão no nosso município”, pontuou o autor da indicação n° 865/2019, vereador Oziel Araújo (PSDB).

O tucano pontua que para “boa parte das pessoas que residem na orla, se deslocar para o Centro se torna mais oneroso do que quem reside na sede e vai para a orla, e vice-versa”. Na costa, as tarifas variam entre R$ 3,30 e R$ 5,50.

A concessão do transporte público municipal da orla é da Cooperunião, que na sede concentra os coletivos no Terminal de Integração Sede Orla (TISO), no estacionamento do Centro Comercial. Quem vem da orla e precisa pegar outro ônibus na sede para chegar ao destino final tem que pagar uma nova passagem.

Oziel acredita que a medida “irá corrigir um erro nosso estratégico, de engenharia de trânsito”, ao proporcionar uma integração adequada e economia de recursos.

Após aprovação em plenário, a proposta segue diretamente para análise do governo municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.