Câncer de próstata: Braskem e Bradesco Saúde isentam coparticipação no PSA

A cada 38 minutos um homem morre devido ao câncer de próstata no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). A doença é a causa da morte de 28,6% da população masculina que desenvolve algum tipo de câncer.

A estima é que 68.220 novos casos da doença sejam registrados até o fim do ano, um risco de 66 novos casos a cada 100 mil homens. O diagnóstico precoce é, ainda, a única forma de garantir a cura do câncer de próstata.

Por isso, a Braskem em parceria com o plano Bradesco Saúde, está garantindo isenção na taxa de coparticipação do exame PSA aos integrantes da empresa.

A ação integra o Novembro Azul, campanha mundial de prevenção contra o câncer de próstata. A isenção é válida durante o período de 1º a 30 de novembro.

“Como o melhor remédio contra essa doença é a prevenção, nada mais importante do que reforçar, entre os nossos Integrantes, a importância de fazer os exames necessários e incentivar o cuidado com a saúde entre seus amigos, colegas e familiares”, afirma André Virgulino, especialista de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Corporativo da Braskem.

Todos os homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou dos 50 sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre os exames de toque retal e de sangue PSA (Antígeno Prostático Específico).

No mês passado, durante a campanha do Outubro Rosa, a empresa isentou as integrantes e dependentes do pagamento da taxa de coparticipação nos exames de mamografia e papanicolau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.