Vigilantes da UFBA realizam assembleia e decidem suspender as atividades por tempo indeterminado

Vigilantes da Universidade Federal da Bahia (UFBA), decidiram durante assembleia realizada na manhã desta terça-feira (27), na portaria principal do campus de Ondina, a paralisação das atividade por tempo indeterminado.

A instituição tem uma dívida de R$15 milhões com a empresa de serviços Grupo MAP, que é a titular do contrato de terceirização de 380 vigilante que trabalham na universidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.