Fiquem conectados conosco

Educação

Mais de 95% das crianças brasileiras frequentam escola, diz pesquisa

Avatar

Publicado

-

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lançou hoje (12) um estudo que mostra os impactos da Convenção sobre os Direitos da Criança na população brasileira. O levantamento aponta que 95,3% das crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos frequentam regularmente a escola.

Houve uma queda de 71% da mortalidade infantil em crianças brasileiras desde a década de 90, índice bem acima da meta estipulada pela Unicef, que era de 33%. No entanto, o estudo mostra que a violência se tornou um problema abrangente para os jovens, principalmente os que pertencem a minorias étnicas ou grupos vulneráveis.

Sobrepeso e obesidade

Baixos teores de vitaminas em alimentos ultraprocessados – aqueles que possuem uma alta concentração de conservantes, açúcares e gordura e que são prontos para consumo imediato – representam um risco para todos os grupos de renda, em todas as regiões do Brasil, de acordo com o levantamento.

A falta de uma rotina de exercícios físicos para crianças e jovens também é um fator importante na questão do excesso de peso da população jovem brasileira. Entre adolescentes, 17,1% estão com sobrepeso, e 8,4% são considerados obesos.

Leia também 

Feriado: confira o horário de funcionamento do Boulevard Shopping

Câmara aprova matéria que solicita construção de passarela na Via Parafuso

“Senai Cimatec Park vai dar sustentabilidade à Ford e ao Polo Industrial e atrair empresas”, destaca Elinaldo

Camaçari: moradores da Gleba A receberão escrituras gratuitas

Detran alerta para procedimentos a serem feitos em casos de clonagens de veículos

Continue lendo
publicidade
CAMAÇARI CARD
CAMAÇARI CARD

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.