Fiquem conectados conosco

Geral

Estudante de Camaçari promove vaquinha para comprar cadeira de rodas motorizada

Avatar

Publicado

-

Vanessa Sousa, de 22 anos, é estudante de engenharia civil e moradora do Phoc II. Em 2 de janeiro quando ainda comemorava a chegada de 2019 na Costa de Camaçari, a jovem teve um mal estar e desmaiou, ao acordar Vanessa já estava sem movimento na parte inferir do corpo.

Ao passar por exames ela soube que tinha discopatia degenerativa de D5 – D6 e D7 – D8.  A discopatia é uma doença que atinge o disco intervertebral, o disco localizado entre duas vértebras da coluna vertebral. Sua forma mais frequente é a discopatia degenerativa, processo causado, principalmente, pela artrose. Ela se manifesta através de rigidez, ressecamento e compressão progressiva do disco, na maioria dos casos o que fica localizado na articulação sacrolombar, entre as vértebras L5 e S1.

A discopatia é a doença mais comum da coluna vertebral. Apesar dos resultados dos exames a estudante deve passar por mais procedimentos para ter um diagnóstico concreto.

Vanessa afirma que mesmo com tantas dificuldades ela é grata a Deus e que hoje percebe como é valiosa as pequenas coisas da vida.

 

Atualmente, Vanessa usa uma cadeira de rodas comum que prejudica sua coluna e dificuldade sua rotina já que precisa cuidar da sua filha de apenas dois anos.  Para melhoria da sua vida a jovem criou uma Vaquinha Virtual para arrecadar o valor necessário para comprar uma cadeira de rodas motorizada. O objetivo é arrecadar R$ 14 mil. Quem desejar contribuir pode doar qualquer valor.

Para ajudar a divulgar a história de Vanessa internautas estão usando a tag #SomosTodasVanessa

CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
Natal Boulevard 300×250

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.