Fiquem conectados conosco

Política

Camaçari: vereadores aprovam ‘PL de reeleição’ da mesa diretora em primeira votação

Camila São José

Publicado

-

 

Por Camila São José

Alvo de polêmicas nas últimas semanas, o Projeto de Lei (PL) nº 004/2018 foi colocado em primeira votação na Câmara Municipal de Camaçari, na sessão de hoje (22). A matéria trata da autorização para reeleição da mesa diretora na legislatura vigente.

O PL altera a Lei Orgânica do Município que atualmente não permite a reeleição para o mesmo cargo de qualquer componente da mesa diretora na mesma legislatura, apenas de um pleito para o outro.

Inicialmente, o projeto havia sido apontado como de autoria do presidente da Casa, vereador Oziel Araújo (PSDB), mas depois da polêmica foi apresentado como de autoria dos subscritos, sem especificação de nomes na pauta.

Questionado se tentará a reeleição caso o PL seja aprovado, Oziel afirmou que seguirá posição da base do governo. “Agirei conforme o grupo. Ainda não tem nada definido”.

Além do tucano, a mesa é composta pelos vereadores Zé do Pão (PTB), vice-presidente; Gilvan Souza (PR), 1º secretário; Bispo Jair (PRB), 2º secretário; Flávio Matos (DEM), 1º suplente; e Pastor Neilton (PSB), 2º suplente.

Por enquanto, os nomes cotados para eleição prevista para 15 de dezembro são dos vereadores governistas Jorge Curvelo (DEM) e Zé do Pão. No entanto, há possibilidade de chapa única.

A reportagem solicitou cópia do PL 004 à Diretoria Legislativa da Câmara, mas até o fechamento desta matéria o documento não foi disponibilizado pelo setor. O projeto ainda não consta no Portal da Transparência da Casa Legislativa.

CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
Natal Boulevard 300×250

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.