“Um instrumento para capacitar os nossos professores e melhorar a nossa educação”, afirma Elinaldo sobre programa Educar Pra Valer

Foi realizada nesta terça-feira (7), no Teatro Cidade do Saber, a assinatura do Termo de Cooperação Técnica para efetivação do Programa Educar Pra Valer em Camaçari. A parceria entre a Prefeitura de Camaçari e a Fundação Lemann, responsável pelo projeto, objetiva melhorar o desempenho dos alunos da rede pública de ensino. A fundação é uma organização sem fins lucrativos e tem origem em São Paulo.

O Programa Educar Pra Valer atua em 50 municípios do Brasil com assessoramento técnico gratuito e objetiva implementar práticas para melhorar o rendimento escolar do município com foco no processo de alfabetização.

José Clodoveu. Foto: Mirelle Lima

Em entrevista ao Destaque1, o ex-prefeito de Sobral, e coordenador do projeto, José Clodoveu, contou que os motivos para Camaçari ter sido escolhida para receber o Educar Pra Valer são os números de alunos, o desafio de melhorar a rede e a iniciativa dos gestores. “Três questões chamaram a atenção, primeiro o tamanho da rede, segundo, o desafio, nós temos um desafio muito grande aqui em Camaçari, tanto nas séries iniciais como nas finais, não adianta a gente ir para um município onde os resultados já estão muito bons, a gente tem que ir para aqueles onde os resultados ainda estão por ser produzidos, a terceira questão é a decisão política dos gestores em querer enfrentar isso e melhorar a educação”.

Clodoveu também explicou que o enfoque do programa está nas séries iniciais para que haja a alfabetização e repercussão nas séries futuras.

O prefeito Elinaldo Araújo (DEM) afirmou que o Educar Pra Valer será “um instrumento para capacitar os nossos professores, melhorar a nossa educação e com certeza ter uma melhor avaliação no Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica], o que beneficia toda a população de Camaçari.”

O gestor municipal ainda explicou que a adesão do programa é gratuita, porém, irá valer muito para os moradores do Município.

Para a secretária de Educação, Eurilene Martins, “Camaçari precisa se unir a programas nacionais e internacionais de sucesso, porque o nosso programa Mais e Melhor Educação tem esse objetivo, então eu destaco a sinergia entre o programa municipal e o Educar Pra Valer para que os meninos possam aprender a ler e escrever na idade certa, que os meninos  possam desenvolver o raciocínio matemático na idade certa, é algo que todas as famílias querem ao colocar seus filhos na escola”.

Eurilene Martins fala sobre Educar Pra Valer. Foto: Mirelle Lima

O Educar Pra Valer utiliza como base o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para especificar o que será feito em cada cidade. Na última constatação, feita em 2017, Camaçari ficou com média 4,8 no índice, a média adequada é 6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.