Saúde

Camaçari recebe mais 1.660 doses de vacina contra Covid-19

As vacinas que chegaram hoje se somam às 2.040 doses recebidas no dia 19 de janeiro, totalizando 3.700 doses de imunizantes.

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução

O município de Camaçari recebeu neste domingo (24) mais 1.660 doses de vacina contra o novo coronavírus. Desta vez, trata-se do imunizante desenvolvido pela Universidade Oxford em parceria com a Biofarmacêutica AstraZeneca, que chegou na Bahia na manhã de hoje.

Para todo o Estado foram designadas 119,5 mil doses, parte dos dois milhões de doses oriundas da Índia, produzidas no Instituto Serum, localizado no país asiático, e que chegaram ao Brasil na última sexta-feira (22).

Diferente da CoronaVac, cuja segunda dose deve ser aplicada em até quatro semanas após a primeira imunização, a AstraZeneca/Oxford permite que a segunda aplicação seja feita entre 90 e 120 dias após a primeira. Por essa razão, o Estado optou por usar todas as vacinas, e não deixar retido 50% das doses para uma segunda aplicação; Camaçari seguirá a mesma linha.

De acordo com a Secretaria da Saúde de Camaçari, para não ocorrer a mistura de vacinas, já que o município está utilizando duas espécies, o tipo de vacina recebida pelo paciente é registrado no cartão de vacina e no sistema de informação SI-PNI. “Essa é uma forma de garantir que não haja erros”, pontuou o secretário da Saúde, Elias Natan.

“Até ontem, imunizamos 955 pessoas. Com a aquisição desse novo lote, vamos poder ampliar o número de pessoas contempladas dentro desse grupo prioritário que integra o público-alvo da primeira fase do Plano Municipal de Vacinação Contra Covid-19”, afirmou o gestor.

Foto: Reprodução

O prefeito Elinaldo Araújo comemorou a chegada das novas doses. “Notícias como essas nos motivam a continuar lutando contra essa doença e nos dá esperança. O mais importante é nesse momento não abrirmos a guarda, continuarmos com as medidas preventivas, usando a máscara, mantendo o distanciamento, saindo só quando for necessário e higienizando as mãos com água e sabão ou com álcool a 70%”, disse, ao complementar que “e é assim, juntos, que vamos vencer a guerra contra esse vírus”, finalizou.

A Sesau seguirá com o mesmo esquema vacinal em andamento, mantendo a linha de grupos prioritários dentro do público-alvo da primeira fase: os profissionais que estão na linha de frente de enfrentamento ao novo coronavírus, que realizam atendimento direto aos pacientes confirmados ou com suspeita da Covid-19, além dos idosos a partir de 60 anos asilados, idosos acima de 75 anos e quilombolas.

O subsecretário da Saúde, Luiz Duplat, lembrou o auxílio importante da Polícia Militar. “Nós agradecemos muito ao comandante do 12º Batalhão, o tenente-coronel Gabriel Neto, que nos garantiu apoio tanto na busca da vacina no Graer quanto no local em que as vacinas ficam armazenadas aqui em Camaçari”, disse.

Chegada da nova remessa

As vacinas de Camaçari foram retiradas no Graer, com sede no aeroporto internacional de Salvador, onde foi montada uma estrutura para recebimento e armazenamento temporário de vacinas; o local conta com refrigeradores e com os cuidados de técnicos da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). É nesse local que é feita a contagem e a separação para viabilizar o envio de doses para todo o território estadual.

A chegada de novo lote acontece após a liberação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que é responsável pela análise e etiquetamento dos dois milhões de doses importadas do Instituto Serum da Índia, um dos centros produtores da vacina de Oxford-AstraZeneca. O envio para os estados brasileiros foi feito pelo Ministério da Saúde.

Publicidade

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. _____________________________

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.