AVP alerta para carcaça de carro queimado nas dunas de Jauá

Localizadas na Via Parque, as dunas de Jauá são consideradas patrimônio ambiental e ponto turístico de Camaçari. No entanto, são recorrentes práticas de crimes ambientais na região, como extração ilegal de areia e descarte de entulhos.

Nesta segunda-feira (5), a jornalista Ana Maria Mandim, presidente da Associação de Moradores da Via Parque (AVP), relatou ao Destaque1 a existência de uma carcaça de veículo queimado no local. De acordo com Ana, a AVP tentou chamar atenção das autoridades responsáveis para este e outros problemas, mas não obteve retorno.

Carro abandonado na Via Parque. Fotos: Ana Maria Mandim

“Um dia alguém abandonou na subida da duna, à direita de quem segue para Jauá, um carro, provavelmente roubado, depenado e depois incendiado. Ninguém sabe quando isso aconteceu, mas faz tempo. Como todo monumento que se preza, a carcaça está até sendo pichada”, comenta.

Mandim também questiona que “bastaria um guincho para retirar a carcaça dali e levá-la para um ferro velho. Quanto custaria isso? Essa carcaça não serve mais para perícia alguma, a Prefeitura resolveria isso facilmente, sem gastar nada ou gastando muito pouco”, enfatiza.

No dia 30 de janeiro de 2009, foi publicado no Diário Oficial, o Projeto Básico da Via Parque, que prevê a implantação de uma portaria na entrada das dunas para inibir o roubo de areia e o descarte de lixo. Em fevereiro deste ano, o prefeito Elinaldo Araújo (DEM), se reuniu com moradores do local e representantes da AVP para debater sobre a obra.

Contudo, os crimes ambientais continuam e geram riscos aos moradores do local, além  de prejudicar a visibilidade turística da região.

Leia também

Portaria será implantada para evitar ações depredativas durante as obras do Parque das Dunas
Camaçari: após extração ilegal, governo elabora Plano de Ação para preservação das dunas de Jauá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.