Após dúvidas da categoria, Curvelo adia votação de PL que impacta em aposentadoria dos professores

A sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (3), no Teatro Alberto Martins, foi marcada pela discussão sobre possíveis mudanças na aposentadoria dos professores da rede municipal com a aprovação do Projeto de Lei nº 986/2019 do Executivo Municipal, que trata da incorporação da gratificação por regência de classe paga aos professores.

Nilton César. Foto: Hyago Cerqueira/Destaque1

De acordo com o educador Nilton César, os professores não sabem o objetivo do projeto proposto pelo governo. “A Prefeitura encaminhou um projeto que para a gente ainda não está esclarecido o objetivo desse projeto, a gente ainda não conseguiu compreender, achamos necessário um tempo para compreender, estudar e pesquisar o que está no projeto, para se não houver nenhum prejuízo para a categoria, ajudar e colaborar com esse projeto. O nosso objetivo é justamente esse, inicialmente não somos contra o projeto, queremos um tempo para nos apropriar dele e perceber se não existem objetivos escusos e não claros que possam nos prejudicar”, afirmou.

Márcia Novaes. Foto: Hyago Cerqueira/Destaque1

A presidente do Sindicato dos Professores da Rede Pública de Camaçari (Sispec), Márcia Novaes, também esteve presente e informou que o sindicato não tem uma opinião formada sobre a proposta. “Na verdade nós não temos uma opinião formada a respeito do projeto de lei, não compreendemos a urgência desse projeto, então o que queremos é entender esse projeto para assim dizer sim ou não, nós só queremos ter a compreensão para saber por que a aprovação desse projeto”.

José Marcelino. Foto: Hyago Cerqueira/Destaque1

Em entrevista ao Destaque1, o vereador  José Marcelino (PT) afirmou que esse projeto é desnecessário do ponto de vista da aposentadoria.

 

Jorge Curvelo. Foto: Hyago Cerqueira/Destaque1

Já o vereador e presidente da Casa Legislativa, Jorge Curvelo (DEM), contou que o prefeito Elinaldo Araújo fez uma releitura do projeto da reforma previdenciária e detectou pontos que seriam prejudiciais a servidores do município.

 

A votação do projeto foi suspensa e segundo o vereador Jorge Curvelo deve ocorrer até quarta-feira (16).

Um comentário em “Após dúvidas da categoria, Curvelo adia votação de PL que impacta em aposentadoria dos professores

  • terça-feira, 8 de outubro de 2019 em 20:27
    Permalink

    Muita gentileza monsenhor prefeito, se preocupar assim de emergência com.os servidores, principalmente as professoras e professores.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.