Acima da média nacional, inflação da RMS fecha abril em 0,83%

Em abril, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medida oficial da inflação, ficou em 0,83% na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O IPCA acelerou em relação a março (0,76%) e ficou também acima do índice de abril de 2018 (0,34%). Foi ainda, o maior IPCA para um mês de abril, na RMS desde 2002, quando havia ficado em 0,87%.

O índice de abril na Região Metropolitana de Salvador (0,83%) situou-se acima da média nacional (0,57%) e foi o terceiro mais alto dentre as 16 áreas pesquisadas, empatado com o da Região Metropolitana de Porto Alegre (0,83%).

Dentre os nove grupos de produtos e serviços que compõem o IPCA, sete apresentaram altas em março na RMS. Os preços caíram apenas para o grupo de Vestuário (-0,46%) e se mantiveram estáveis para Educação (0,00%).

A RMS teve o maior aumento do país para o grupo Alimentação e Bebidas (+1,56%). Como ele é o que mais pesa nas despesas médias das famílias, voltou a exercer a principal pressão inflacionária em abril, como já havia ocorrido em março. Já as despesas com Saúde e Cuidados Pessoais (+1,64%) tiveram o maior aumento e a segunda maior contribuição para o IPCA do mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.