Fiquem conectados conosco

Geral

Casos de violência contra a mulher não param durante o Carnaval

Avatar

Publicado

-

Apesar de toda campanha que as instituições públicas, entre elas a Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA, têm feito para conscientizar a população e combater a violência contra a mulher, ocorrências de importunação sexual e tentativa de feminicídio foram registros nos primeiros dias do Carnaval de Salvador.

Para discutir o tema e traçar estratégias de atuação, a Rede de Enfrentamento à violência contra as mulheres, se reunirá neste domingo (3), às 16h, na sede do Plantão do Carnaval da DPE/BA, no Canela.

Do início da festa momesca até este sábado (2), foram levados à audiência de custódia ao menos quatro casos de violência contra mulher, sendo duas tentativas de feminicídio – na mais grave, a mulher foi vítima de cinquenta facadas.

De acordo com a coordenadora do Plantão do Carnaval da Defensoria Pública, Firmiane Venâncio, a atuação em rede é estratégica seja na prevenção ou na repressão dos casos de violência contra a mulher.

Além da Defensoria baiana, fazem parte da rede as seguintes instituições: Tribunal de Justiça da Bahia, Ministério Público, Ronda Maria da Penha, Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA), Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude – SPMJ e Hospital da Mulher.

As pessoas que necessitem do apoio da Defensoria Pública para urgências e emergências neste Carnaval podem ir na sede do Plantão, na rua Pedro Lessa, 123, Canela. Informações pelos telefones 3116-0511 ou 99913-9198. É a Defensoria trabalhando na folia para garantir seus direitos.

CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.