Fiquem conectados conosco

Geral

Vereadores de Camaçari pedem novamente revitalização do Horto Florestal

Camila São José

Published

on

Mais uma vez o Horto Florestal de Camaçari foi tema de debate na Câmara Municipal de Camaçari. Agora a indicação é de autoria do vereador Jackson Josué (PT), que pede que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur) revitalize o local.

O Horto Municipal fica no bairro da Gleba B e foi criado na década de 70. Na época a extensão territorial era de aproximadamente 15 hectares. De acordo com dados do IBGE, o espaço hoje conta apenas com quatro hectares.

O equipamento tinha o objetivo de produzir mudas de árvores que são plantadas nas áreas urbanas e anel florestal da cidade. Além da promoção de lazer e cultura, para fins de educação voltados à preservação do meio ambiente. Porém, o horto encontra-se abandono há anos e nenhum projeto de qualificação foi executado.

Foto: Hyago Cerqueira

“O horto fica no Centro da cidade, as pessoas iam fazer visitas, casamentos, aniversários; as crianças da rede pública e privada municipal iam passar a tarde lá com seus professores”, contou Jackson.

O vereador Adalto Santos (sem partido) usou a tribuna para lembrar que no ano passado também apresentou uma indicação para a revitalização da área, em matéria assinada em conjunto com o vereador licenciado Gilvan Souza (PR). “O Horto Floresta precisa passar por intervenção para que as famílias e munícipes possam usufruir daquele local”, disse.

Foto: Hyago Cerqueira

Em 2017, o vereador Dentinho do Sindicato (PT) também solicitou a qualificação dos ambientes externo e interno do Horto Florestal.

Por parte do poder executivo, a Sedur havia concluído há dois um Projeto Conceitual de requalificação do horto, que foi apresentado ao Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic) e submetido ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), através de carta consulta para captação de recursos na linha de ações para qualificação de áreas públicas. O projeto previa, ainda, a implantação de uma escola modelo em sustentabilidade para educação ambiental, quiosques e arena multiuso.

No ano de 2018, a prefeitura batizou o projeto de “Horto da Cidade”. A proposta fazia parte do programa de captação de recursos executado pelo município, através da Secretaria de Assuntos Internacionais (Seain), vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, envolvendo o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Foto: Hyago Cerqueira

UNIÃO 1
SUPERLIMP
ASSINATURA DESTAQUE1
HELLOA

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.