“Um clima pesado de reencontros e angústias”, desabafa Eva Luana sobre audiência de instrução

A primeira audiência de instrução do caso Eva Luana foi realizada no Fórum Clemente Mariani, em Camaçari, na última terça-feira (16). A sessão durou cerca de nove horas e contou com o depoimento de diversas testemunhas.

Eva Luana se manifestou através das redes sociais e afirmou que a justiça negou a soltura de Thiago Alves, acusado de torturar e violentar a jovem. “Única coisa que posso dizer, pois já foi vinculado em noticiário, que pra mim já é uma grande notícia. O juiz negou a soltura, portanto, o abusador permanece preso”, contou.

Para Eva, o clima da audiência foi tenso. “Infelizmente, não podemos divulgar nada antes da sentença. Foram quase 9 horas de audiência, muitas testemunhas, um clima pesado de reencontros e angústias”, disse.

De acordo com o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), Thiago Alves pode responder por mais de dez crimes.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.