Tiro com arco garante ouro inédito para o Brasil nos Jogos Mundiais Militares

Os brasileiros Juan Urrejola e Marcus Vinícius D’Almeida garantiram o primeiro ouro para o país na modalidade ao vencerem nesta manhã a dupla italiana Mauro Nespoli e Fabio Tomasulo, na final da prova de arco recurvo misto (atletas com e sem deficiência), nos Jogos Mundiais Militares (JMM), na cidade de Wuhan, na China.  A parceria verde e amarela derrotou a dupla adversária por 5 a 4, garantindo o lugar mais alto do pódio. Os italianos ficaram com a prata; os franceses com o bronze, após triunfarem sobre a dupla do Sri Lanka.

Para chegar à final hoje (23), Juan Urrejola e Marcos Vinícius – atleta da seleção principal – foram somando vitórias desde o último domingo (20), quando derrotaram a dupla dinamarquesa nas quartas de final. Em seguida, superaram os franceses na semifinal.

Outros dois brasileiros competem hoje (23), a partir das 23h: Bernardo Oliveira disputa o bronze com o chinês Kaiyao Qi; e na sequência, Mariana Gobbi enfrenta a russa Inna Stepanova, também pela medalha de bronze.

O Brasil segue em terceiro lugar no quadro geral de medalhas com um total de 55 (14 ouros,15 pratas e 26 bronzes), atrás da líder China, com 129 (73 ouros, 36 pratas e 20 bronzes) e da Rússia, segunda colocada, com 109 (36 ouros, 38 pratas e 35 bronzes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.