Solidariedade, PP e PRTB articulam bloco ao centro para derrotar Caetano e Elinaldo

A eleição do próximo ano em Camaçari tem grande chance de não ser polarizada entre o PT do ex-deputado federal, Luiz Caetano, e o DEM do prefeito Elinaldo Araújo.

É o que indica a formação de novo bloco de partidos mais ao centro constituído pelo Solidariedade, PP e PRTB.

A partir da próxima segunda-feira (19), o grupo deve ganhar outros adeptos. Possivelmente, o PDT, PTC e PMN.

O partido Novo também iniciou conversas com as legendas de centro, mas ainda não formalizou a aliança.

Insatisfeito com a condução dos partidos da base do governador da Bahia, Rui Costa (PT), o PP, do vice-governador João Leão, se distanciou definitivamente do grupo formado pelo PT, PCdoB, Podemos, PSD, PSB e Avante.

Antes, o Patriota também já havia se afastado das legendas que integram a base de Rui.

A definição da composição da chapa do grupo ao centro deve acontecer com base em pesquisa eleitoral.

“Quem estiver melhor irá encabeçar a chapa e o segundo será o vice”, revelou o presidente do Solidariedade, Francisco Irmão.

O grupo reúne, por enquanto, Vital Sampaio, que estuda o convite do Solidariedade para ser pré-candidato a prefeito, e os já definidos pré-candidatos a prefeito Fabio Lima e Josué Marinho.

O grupo deve ganhar ainda na segunda-feira pelo menos mais um pré-candidato, Antonio Carlos Soares.

*Atualizado em 13 de agosto de 2019, às 22h18

*Lenielson Pita é jornalista e editor do Destaque1.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.