Fiquem conectados conosco

Camaçari

“Sei que muitos ainda precisam de mim, então seguirei firme”, afirma enfermeira do HGC que atua no combate à Covid-19

Itana Azevedo está na linha de frente da batalha para que mais famílias não sofram com a perda de entes queridos.

Mirelle Lima

Publicado

em

Foto: Reprodução

Há um ano, os camaçarienses viram toda a rotina se modificar por conta da pandemia de Covid-19. Desde então, mais de 16 mil pessoas foram contaminadas e 283 perderam a vida no município. Enquanto isso, por trás das portas dos hospitais, profissionais da saúde lutam diariamente para salvar vidas e reduzir o impacto do coronavírus sobre a população. Apesar das jornadas de trabalho extensas, pressão psicológica e a alta exposição ao vírus, eles seguem na linha de frente, em uma batalha para que não haja mais famílias sofrendo com a perda de entes queridos.

A enfermeira Itana Azevedo, 41 anos, atua no Hospital Geral de Camaçari (HGC) desde o início da pandemia. Em entrevista ao Destaque1, ela conta sobre a experiência de estar cara a cara com o vírus, batalhando para curar cada paciente e fazê-los sorrir em meio a tantas dificuldades.

Itana explica que quando soube que atuaria no combate à Covid-19 ficou um pouco assustada, mas estudou sobre o tema e se dedicou para oferecer o melhor atendimento. “Em março de 2020, fiz um processo seletivo, tipo REDA, sendo aprovada, e, em junho do mesmo ano, fui convocada. Durante a entrevista, a coordenadora me informou que seria lotada para atuar no Setor de Síndrome Respiratória (Covidário). Confesso que foi um misto de ansiedade e medo, porque era tudo ainda muito novo e assustador, mas sou uma pessoa movida por desafios, então aceitei essa nova missão em minha vida profissional. Passei a estudar tudo relacionado à Covid-19, para que pudesse estar devidamente preparada em seu enfrentamento. Levei em consideração o fato de morar sozinha e não correr o risco de levar o vírus para minha família e as pessoas que amo”, relata.

A rotina da enfermeira é repleta de momentos difíceis, como internar membros da mesma família ou ver um paciente pedir para não morrer. “Estou atuando no combate à Covid-19 praticamente desde o início da pandemia na Bahia, porém, a fase atual considero a mais agravante. Poderia citar aqui pra você diversas situações difíceis que precisamos enfrentar, a exemplo de internar pacientes graves, membros de uma mesma família e ao mesmo tempo. Já tive neta e avó em leitos lado a lado, irmãos, cônjuges… Outra situação difícil é vivenciar óbito de pacientes intubados, que ficam dias internados na unidade sem ter tido a chance de um leito de UTI. Já fizemos vídeo-chamadas entre pacientes e entes queridos que nos emocionaram profundamente. Sem contar aquele pedido de cortar o coração: ‘por favor, não me deixe morrer’”, narra.

Durante a pandemia, diversas pessoas atuantes na área da saúde resolveram abandonar os postos de serviço, a fim de se manterem em segurança. No entanto, para Itana, essa não é uma opção. Apesar de já ter pensado em desistir, ela conta que se preenche de fé a cada plantão, disposta a salvar mais vidas.

“Sei que tenho um papel importantíssimo nessa pandemia, e não há nada mais recompensador do que o sorriso do paciente quando eu chego no plantão fazendo brincadeiras para que eles se alegrem, e nada mais gratificante que a alta hospitalar. Sei que muitos ainda precisam de mim, então seguirei firme até quando Deus quiser”, frisa a enfermeira.

Mais vulneráveis à infecção da Covid-19, os profissionais da saúde sofrem um constante esgotamento psicológico. Itana conta que, apesar de manter uma rotina para cuidar da saúde mental, é inevitável não se abalar diariamente.  “Primeiramente sou uma pessoa de muita fé e creio em um Deus de promessas. Além de me apegar cada vez mais à Palavra, busco manter íntegro o meu psicológico, praticando atividade física e estando ao lado da minha família e do meu namorado, rodeada o máximo de amor. Ainda assim, é inevitável ter o emocional inabalado, saio ao final de cada plantão bastante fadigada e chorosa”, enfatiza.

A enfermeira ressalta que enquanto todos não forem vacinados mais vidas serão levadas pela Covid-19. Por isso, é essencial manter os cuidados. “Eu sei e compreendo que estamos vivendo tempos muito difíceis. Todos nós estamos sendo impactados profundamente de alguma maneira, seja pelo óbito de um ente querido, seja financeiramente, emocionalmente ou psicologicamente. Por outro lado, a pandemia também veio nos trazer lições de vida. Sei o quanto tá difícil, mas o momento é de união, amor e consciência. Infelizmente, enquanto a vacina não chega para todos, ainda teremos muitas mortes e pacientes sequelados por esse vírus, um vírus que não escolhe raça, cor ou condição social”, evidencia.

De acordo com dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), mais de 40 mil profissionais da saúde já foram infectados na Bahia.

“Imploro a todos que se cuidem e cuidem dos seus. Continuem usando a máscara, usando álcool nas mãos e evitando aglomerações. São medidas simples e as únicas que são eficientes, até o momento, para evitar a disseminação da doença. Este é o apelo de uma profissional de saúde que está lutando incansavelmente pela vida do amor de alguém”, expressa Itana.

Até esta segunda-feira (22), Camaçari possui 1.832 pacientes em tratamento contra a Covid-19 e a ocupação dos leitos é de 90%. Os dados são da Secretaria Municipal da Saúde (Sesau).

Publicidade
Saúde2 horas atrás

Registro de casos ativos de Covid-19 em Camaçari recua neste sábado

Esporte3 horas atrás

Vitória empata contra o 4 de Julho e se classifica para as quartas de finais da Copa do Nordeste

Esporte3 horas atrás

Copa do Nordeste: de virada, Bahia vence o ABC e se classifica para próxima fase

Artigo8 horas atrás

Opinião: Fabio Vilas-Boas prioriza vacinação contra Covid-19 na capital em detrimento de Camaçari e outros municípios

Camaçari10 horas atrás

Funcionários da VSA denunciam atrasos de salários e suspensão de benefícios

Bahia11 horas atrás

Moradores recebem títulos de propriedade definitiva das residências em Mata de São João

Geral12 horas atrás

Camaçari terá fortes chuvas nos próximos dias e Defesa Civil alerta sobre cuidados necessários

Camaçari12 horas atrás

Coronavírus: 88 novos casos e três óbitos são contabilizados em Camaçari

Esporte1 dia atrás

Com investimento de R$ 6,2 milhões, Estação da Cidadania – Esporte é inaugurada em Arembepe

Cultura1 dia atrás

Elinaldo confirma que governo vai iniciar estudos para realização do Camaforró em 2022

Política1 dia atrás

“O nosso município já tem o Bolsa Social”, rebate Elinaldo sobre proposta para criação de auxílio emergencial

Política1 dia atrás

Em Camaçari, João Roma afirma que governo federal enviou mais vacinas do que a quantidade aplicada pelos municípios

Política1 dia atrás

“Se Camaçari fez, está de parabéns”, diz Gilson Machado após criticar medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos

Camaçari1 dia atrás

Passeata pede justiça por Ângela Passos na próxima terça-feira em Camaçari

Dias d'Ávila1 dia atrás

Vacinômetro: Dias d’Ávila avança mais de 64% na vacinação contra a Covid-19

Entrevistas1 dia atrás

“Quero deixar uma Câmara diferente da que eu encontrei”, enfatiza Júnior Borges

Saúde1 dia atrás

Dias d’Ávila: confira lista das farmácias de plantão em abril

Camaçari1 dia atrás

Defesa Civil de Camaçari alerta para fortes chuvas até domingo

Camaçari1 dia atrás

Eleições 2022: candidatura a deputado estadual depende de decisão do grupo político, declara Júnior Borges

Camaçari1 dia atrás

Vacina contra Covid-19 para primeira dose acaba em menos de quatro horas

Saúde2 dias atrás

Vacinação contra Covid-19 em Salvador inclui três novas categorias profissionais nesta sexta

Camaçari1 dia atrás

Defesa Civil de Camaçari alerta para fortes chuvas até domingo

Saúde1 dia atrás

Camaçari contabiliza 59 novos casos e oito óbitos de coronavírus nesta quinta

Saúde1 dia atrás

Campanha de vacinação contra gripe começa dia 12 de abril

Camaçari1 dia atrás

Vacina contra Covid-19 para primeira dose acaba em menos de quatro horas

Brasil1 dia atrás

Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em fevereiro

Dias d'Ávila1 dia atrás

Vacinômetro: Dias d’Ávila avança mais de 64% na vacinação contra a Covid-19

Camaçari1 dia atrás

Passeata pede justiça por Ângela Passos na próxima terça-feira em Camaçari

Camaçari1 dia atrás

Eleições 2022: candidatura a deputado estadual depende de decisão do grupo político, declara Júnior Borges

Saúde1 dia atrás

Dias d’Ávila: confira lista das farmácias de plantão em abril

Esporte1 dia atrás

Sejuv prepara Estádio Fernando Lopes para Campeonato Baiano

Últimas1 dia atrás

Novas regras de trânsito entram em vigor a partir de segunda-feira; confira mudanças

Entrevistas1 dia atrás

“Quero deixar uma Câmara diferente da que eu encontrei”, enfatiza Júnior Borges

Esporte1 dia atrás

Com investimento de R$ 6,2 milhões, Estação da Cidadania – Esporte é inaugurada em Arembepe

Política1 dia atrás

“O nosso município já tem o Bolsa Social”, rebate Elinaldo sobre proposta para criação de auxílio emergencial

Política1 dia atrás

“Se Camaçari fez, está de parabéns”, diz Gilson Machado após criticar medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos

Cultura1 dia atrás

Elinaldo confirma que governo vai iniciar estudos para realização do Camaforró em 2022

Vídeos1 dia atrás

Há 100 dias à frente do legislativo camaçariense, Junior Borges faz um balanço sobre as suas ações

Política1 dia atrás

Em Camaçari, João Roma afirma que governo federal enviou mais vacinas do que a quantidade aplicada pelos municípios

Saúde2 horas atrás

Registro de casos ativos de Covid-19 em Camaçari recua neste sábado

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. _____________________________

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.