Fiquem conectados conosco

Economia

São Francisco do Conde está em estado de alerta após anúncio de venda da RLAM

Avatar

Publicado

em

Primeira refinaria nacional de petróleo, criada ainda na década de 50, a Refinaria Landulpho Alves (RLAM) será colocada à venda. O anúncio foi feito pela Petrobras no último dia 26 de abril e coloca o município de São Francisco do Conde – onde a unidade está localizada – em alerta, já que depende quase que em sua totalidade da transferência do ICMS para compor a sua receita.

A RLAM fabrica 31 produtos, entre eles diesel, gasolina, querosene, nafta, lubrificantes, GLP e óleos combustíveis (industriais, térmicas e bunker), atendendo principalmente aos estados da Bahia e de Sergipe. Alguns produtos são exportados para Estados Unidos, Argentina e países da Europa.

Atualmente a refinaria conta com 3 mil funcionários, sendo 1 mil contratados e 2 mil terceirizados.

“Falando da RLAM, esta é responsável pela maior receita do município através da transferência do ICMS, representando em média 80%, sendo o maior contribuinte para as ações da gestão municipal. Haverá, sem sombra de dúvida, um choque na economia local. Embora a gestão municipal franciscana tenha buscado alternativas para atrair empresas, este é um processo de médio e longo prazo, que depende de outras variantes. O que se pode afirmar é que toda a queda na produção industrial no nosso estado teve sua origem na refinaria. Foi sinalizado que o processo de venda terá conclusão em menos de dois anos, tempo insuficiente para que o município ajuste sua operacionalidade à redução drástica da sua maior fonte de recurso”, analisa a secretária da Fazenda e Orçamento de São Francisco do Conde, Maria Natalice Lourenço da Silva.

Segundo dados levantados pela pasta, nos últimos cinco anos a RLAM diminuiu 70% da sua capacidade total de produção, o que gerou forte impacto na economia local.

Em comunicado, a Prefeitura de São Francisco do Conde informa que até o término da ação o município encontra-se em estado de alerta.

“Essa decisão causou um choque nos municípios da Região Metropolitana [de Salvador], sobretudo São Francisco do Conde, Madre de Deus e Candeias. Entretanto, não somente nós seremos penalizados, o governo estadual também será impactado, pois boa parte do PIB que o estado arrecada é relativa ao que a refinaria produz. Não sabemos ao certo o que representa essa venda, visto que desconhecemos os planos de venda da Petrobras. Então, diante dessa situação, faz-se necessária uma discussão política mais aprofundada entre o Governo do Estado e os municípios da região, para que possamos estabelecer um plano emergencial de viabilidade econômica, para que não venhamos a sofrer mais. Isso é urgente!”, ressalta a secretária de Desenvolvimento Econômico de São Francisco do Conde, Ana Christina de Oliveira.

Além da Landulpho Alves, a Petrobras confirmou a venda de outras sete unidades: Refinaria Abreu e Lima (Pernambuco), Unidade de Industrialização do Xisto (Paraná), Refinaria Gabriel Passos (REGAP – Minas Gerais), Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR – Paraná), Refinaria Alberto Pasqualini (REFAP – Rio Grande do Sul), Refinaria Isaac Sabbá (REMAN – Amazonas) e Refinaria Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (LUBNOR – Ceará).

Conforme a estatal, as vendas iniciarão a partir de junho deste ano e o modelo de privatização será encaminhado ao Conselho Administrativo de Defesa e Econômica (Cade) da empresa. O objetivo da empresa é vender a capacidade de refino de 1,1 milhão de barris por dia. O processo de venda deve ser concluído em até um ano e meio.

Manifestação

Nessa terça-feira (30) trabalhadores direitos, terceirizados e aposentados da RLAM fizeram um protesto em frente à refinaria. O ato foi convocado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) e além de manifestar contra o fechamento das refinarias, os trabalhadores também denunciaram os prejuízos para a economia brasileira com a política de preços de combustíveis adotada pelo governo federal, de reajuste com maior periodicidade.

UNIÃO 1
CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
ASSINATURA DESTAQUE1
HELLOA

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.