Fiquem conectados conosco

Política

Saiba quanto cada candidato a prefeito recebeu e gastou na campanha eleitoral em Camaçari

As direções dos partidos são responsáveis pela maior parte das doações.

Mirelle Lima

Publicado

em

Candidatos a prefeito de Camaçari. Imagem: Reprodução

De acordo com levantamento exclusivo do Destaque1, feito a partir da prestação de contas parcial dos candidatos a prefeito de Camaçari apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Elinaldo Araújo (DEM), prefeito e candidato à reeleição, é o prefeiturável que recebeu mais verba para investir na campanha até o momento, com R$ 2,8 milhões; seguido por Ivoneide Caetano (PT) com R$ 342.628,96 e Oziel Araújo (PDT), com R$ 167.550. O limite de gastos dos candidatos a prefeito do município é de R$ 4.690.263,49.

O prefeito Elinaldo Araújo (DEM) recebeu um total de R$ 2,8 milhões, sendo R$ 1,3 milhão da direção nacional do Democratas, R$ 800 mil da direção municipal do Partido Social Liberal (PSL) e R$ 700 mil da direção estadual do Republicanos. Até o momento, foram gastos R$1.249.676,20.

Os principais gastos da campanha foram com publicidade por materiais impressos (R$ 968.896,20), produção de programas de rádio e vídeo (R$ 470 mil) e serviços prestados por terceiros (R$ 88.900). Entre as empresas fornecedoras estão: Check List Comunicação, que recebeu R$ 281.540; Carvalho Carvalho Indústria e Comércio, que recebeu R$ 237.23; BV 10 Gráfica, que recebeu R$ 150 mil; GB de Souza, que recebeu R$ 132.612 e Iglu Filmes Produções R$ 105 mil.

Ivoneide Caetano (PT) recebeu R$ 342.628,96, sendo R$ 260.228,96 da direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), R$ 10 mil de Aloisio Alves de Castro Junior, R$ 10 mil de Charles de Oliveira Nascimento, entre outros valores recebidos por pessoas físicas. Até o momento, foram gastos R$ 386.276,64.

As principais despesas foram com publicidade por adesivos (R$ 130.654,90), publicidade por materiais impressos (R$ 65.350) e recursos de pessoas físicas (R$56.900). Entre os principais fornecedores estão: Yahweh Shamah Grafica e Editora, que recebeu R$ 107.650; GB de Souza, que recebeu R$ 48.655; Corsário Studio, que recebeu R$ 34 mil; Publimark Sonorização, que recebeu R$ 29.250 e R$ Etilab Etiquetas, que recebeu R$ 26.700.

O candidato Oziel Araújo (PDT) recebeu R$ 167.550, sendo R$ 100 mil da direção nacional do PDT, R$ 14.200 de Vagner Simões Santos, R$ 6.200 de Uilton Sousa Marcelino, R$ 5 mil de Raimundo Nascimento, R$ 5 mil de Joelma da Silva dos Santos. Até o momento, foram gastos R$ 66.784,36.

Os principais gastos foram com serviços contábeis (R$ 38.665), recursos de pessoas físicas (R$ 17.500) e serviços prestados por terceiros (R$ 17.500). Entre as empresas fornecedoras estão: Alfa e Omega Contabilidade, que recebeu R$ 38.665; Robson Guimarães Santos, que recebeu R$ 17.500 e Adyen do Brasil, que recebeu R$ 4 mil.

Heckel Pedreira (Rede) recebeu R$ 131.400, sendo R$ 62 mil de Danila da Silva Macedo, R$ 40 mil da própria renda e R$ 29 mil da direção municipal da Rede. Até o momento, foram gastos R$ 87.310,28 e R$ 10.375 foram doados para outros candidatos ou partidos.

As principais despesas foram com publicidade por materiais impressos (R$ 37.051,25), doações financeiras a outros candidatos ou partidos (R$10.375) e atividades de militância (R$ 10.170). Entre os principais fornecedores estão: Gráfica Editora Pituba, que recebeu R$ 18.700; O Profeta Serviços Gráficos, que recebeu R$ 17.271,25 e Facebook, que recebeu R$ 5 mil.

O candidato Pedrinho de Pedrão (Avante) recebeu R$ 40 mil, sendo todo valor da direção nacional do partido. O candidato já gastou R$ 33.331,35. As principais despesas foram com publicidade por materiais impressos (R$ 16 mil); serviços advocatícios (R$ 7,5 mil) e serviços contábeis (R$ 7,5 mil).

Entre os principais fornecedores estão: Maria Gráfica Eireli, que recebeu R$ 16 mil; Sostenes Teles da Silva Contador, que recebeu R$ 7,5 mil e Helinelson Santana, que recebeu R$ 7,5 mil.

Educador Sócrates Magno (Psol) recebeu R$ 2.607,30 da direção estadual do partido e não disponibilizou registro de despesas e fornecedores.

O candidato Josué Marinho (PV) recebeu R$ 800 do próprio candidato e até o momento gastou R$ 220 com publicidade por materiais impressos. O fornecedor O Profeta Serviços Gráficos recebeu R$ 220.

Os candidatos Antonio Carlos Soares (PL), André Pegova (PMN) e Rinaldo Chaveiro (DC) não apresentaram a prestação de contas parcial.

UNIÃO 1
CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
ASSINATURA DESTAQUE1
HELLOA

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.