Fiquem conectados conosco

Educação

Resultados do Encceja já podem ser consultados

Avatar

Publicado

em

Já estão disponíveis os resultados do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) de 2019. Basta acessar a página de internet do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).  Poderá retirar o certificado quem tiver alcançado a nota mínima exigida nas quatro áreas do conhecimento e na redação, 100 pontos nas provas objetivas e cinco na de texto.

Apesar de ser o aplicador da prova, não é no Inep que se recebe o certificado ou a declaração parcial. As secretarias estaduais de Educação devem ser procuradas para emitir o certificado. Além disso, no caso do aprovado no ensino médio, também é possível pedir o documento em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia que firmaram Termo de Adesão ao Encceja.

O candidato deve ir ao instituto que indicou no momento da inscrição para realizar a solicitação do certificado. O atendimento pode ser realizado em 283 campi de 32 institutos credenciados que estão espalhados em 24 unidades da Federação. Apenas Ceará, Alagoas e Tocantins não possuem institutos cadastrados.

Declaração parcial

Quem alcançou a nota em apenas algumas das áreas terá direito à declaração parcial de proficiência. Com o documento, o participante fica liberado de fazer as mesmas matérias na próxima edição do exame, ou seja, poderá se inscrever apenas para os eixos que faltaram.

No caso da declaração parcial de proficiência em linguagens, códigos e suas tecnologias, no ensino médio, o participante deve ter atingido, ao mesmo tempo, o mínimo de 100 pontos na prova e 5 pontos na redação, na mesma edição do exame.

No ensino fundamental, pode solicitar a declaração parcial de proficiência quem conseguiu, pelo menos, 100 pontos em língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes e/ou educação física. O participante também precisa ter alcançado nota cinco ou superior em redação, na mesma edição do Encceja.

Diploma

A busca pela qualificação abre novos horizontes para jovens e adultos. Ao receber o certificado do ensino médio, por meio do Encceja, a pessoa pode se inscrever para fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por exemplo. Além disso, a aprovação na prova abre portas para programas governamentais de ensino superior ou técnico, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O programa

O Encceja tem o objetivo de certificar o ensino para pessoas que não concluíram a educação básica na idade correta. O Inep é responsável por aplicar e corrigir as provas, publicar os resultados e entregá-los para as instituições certificadoras.

Para cada nível de ensino, são aplicadas provas objetivas e redação. No caso do ensino fundamental, o participante responde questões de múltipla escolha sobre Ciências Naturais, Matemática, Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física, História e Geografia. Já no ensino médio, as provas testam os conhecimentos do candidato em Ciências da Natureza, Matemática, Linguagens e Códigos e Ciências Humanas. As disciplinas são cobradas sempre associadas a tecnologias.

Leia também 

Mega-Sena pode ter prêmio de R$ 3 milhões

Boulevard Shopping promove intensa programação para este fim de semana em Camaçari

Onde Ir: DêCafé Bistrô une gastronomia, conhecimento e sustentabilidade

Agenda: pagode e clima natalino invadem fim de semana em Camaçari

Parangolé, Mc Rebecca e Kevin o Chris estão entre as atrações do Guarajuba Music Festival

UNIÃO 1
CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
ASSINATURA DESTAQUE1
HELLOA

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.