Preservação e fiscalização dominam debate sobre primeiro parque ecológico de Camaçari

Nesta terça-feira (13) foi realizada, no Teatro Alberto Martins, uma audiência pública para debater a implantação do Parque Municipal das Dunas de Abrantes, em Jauá. Na ocasião, estavam presentes 14 vereadores, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Genival Seixas, associações e populares.

Com 700 hectares inicialmente, a área possui hoje 400 hectares e sofre com diversas ações depredativas que prejudicam o ecossistema. Entre os principais crimes ambientais estão a retirada de areia, caça predatória e queimadas. O projeto pretende preservar e conservar a flora e a fauna do local, valorizar a região e incentivar o turismo e a pesquisa no município.

Genival Seixas. Foto: Hyago Cerqueira/Destaque1

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Genival Seixas, ressaltou que debater o assunto é importante para que os vereadores e a comunidade possam entender melhor o projeto. “Trazer esse assunto aqui hoje é importante para que os vereadores e a comunidade possam entender melhor o projeto, o que é o parque, do que se trata o parque. Eu entendo que esse é um assunto suprapartidário, pois o meio ambiente alcança todos os partidos, a gente precisa ter essa compreensão sobre o parque e outras áreas de Camaçari que precisam ser preservadas”.

Essa é a terceira audiência pública realizada para debater o assunto. A primeira foi convocada em 5 de maio de 2018, pelo deputado estadual Marcelino Galo (PT).

Ana Maria Mandim, presidente da AVP. Foto: Hyago Cerqueira/Destaque1

Presidente da Associação de Moradores da Via Parque (AVP), Ana Maria Mandim destaca que essa é uma ocasião histórica. “Aqui é uma ocasião histórica, é o primeiro parque municipal de Camaçari, e essa implantação acontece quando estamos em um momento do país que a palavra preservação é utilizada com má fé”.

Diversos populares e líderes de comunidades da região se manifestaram e apresentaram dúvidas e questionamentos a respeito da implantação e da preservação do Parque das Dunas de Abrantes.

Morador da região, Eraldo Silva dos Reis afirmou que é preciso existir uma união do poder municipal com a sociedade civil “É uma vergonha vivermos em uma sociedade que não tem capacidade de conter o roubo de areia. O poder municipal não tem capacidade para gerir o parque, tem que haver uma união com a sociedade civil”.

A ambientalista e moradora de Arembepe, Fabiana Franco, ainda cobrou a implantação de uma Secretaria Municipal do Meio Ambiente em Camaçari. “Hoje a nossa maior dificuldade é com a fiscalização, estamos em conflitos sociais em que as pessoas cometem crimes ambientais. Nós devemos cobrar a implantação da Secretaria do Meio Ambiente”.

O jornalista Marcos Ellder destacou que há raízes e culturas que devem ser preservadas na comunidade de Abrantes. “Na área do parque também temos a fonte do Buraquinho, que hoje está com seu entorno degradado e com construções recentes despejando esgoto em suas águas. É preciso que o poder público vá fundo pra conhecer a história de Camaçari, do seu povo, ali temos raízes e culturas que devem ser preservadas”.

Em entrevista ao Destaque1 o vereador e líder do governo, Zé do Pão (PTB), disse que essa é uma audiência muito importante para cuidar do povo daquela comunidade e afirmou que está muito feliz de ter participado da discussão.

 

Para o vereador José Marcelino (PT), esse é um momento para estabelecer a preservação das Dunas de Jauá.

 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Genival Seixas, agora, será finalizado o decreto, para que o prefeito Elinaldo Araújo (DEM) possa assinar e encaminhar o Projeto de Lei para a Câmara de Vereadores.

Educação

No intervalo entre a sessão ordinária e a audiência pública, representantes do Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Camaçari (Sispec) realizaram um protesto defendendo a realização de eleições diretas para gestores das escolas municipais, que não acontecem há dois anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.