Oposição cobra desbloqueio de verbas para o IFBA Camaçari; funcionamento do instituto está comprometido

Na sessão desta terça-feira (20) da Câmara Municipal, os vereadores de oposição utilizaram a tribuna para discutir as dificuldades enfrentadas pelo Instituto Federal da Bahia (IFBA), campus Camaçari, após os cortes de verba realizados pelo Governo Federal.

Jackson do Gravatá (PT), José Marcelino (PT), Téo Ribeiro (PT) e Dentinho do Sindicato (PT) realizaram uma visita ao instituto nesta segunda-feira (19), onde conversaram com a diretora Aline Pereira, que revelou aos vereadores que o IFBA têm uma despesa mensal de R$140 mil, mas no momento só possui em caixa R$70 mil para até o fim do ano, o que pode colocar em risco o funcionamento da instituição.

Foto: Reprodução

“Sabemos da importância do IFBA não só pra Camaçari, mas para toda a Região Metropolitana de Salvador, se o Governo Federal não desbloquear a verba, já estão comprometidas as aulas, os cursos desses alunos. É uma questão de uma luta de toda a Casa, nós temos representantes em Brasilia, que eles possam viabilizar o desbloqueio junto ao Governo Federal, pois ali estão muitos filhos de nossa cidade”, declarou o vereador Jackson na sessão desta terça-feira (20).

O vereador Marcelino pediu aos colegas da Casa Legislativa, que seja feito um esforço para resolver a questão. “Vamos fazer um esforço para alinhar com nossos deputados federais, para tentar conseguir esse apoio e desbloquear esse orçamento do IFBA. O que vocês sentem quando percebem que a possibilidade de fechar o IFBA é real? Vamos fazer um esforço coletivo para resolvermos isso”, destacou.

Téo Ribeiro enfatizou que essa é uma questão além de bandeiras políticas. “A questão do IFBA é uma questão que está além das bandeiras políticas das cores vermelhas e azuis, a questão do IFBA é uma questão de sensibilidade. Então quando a gente faz uma visita ao IFBA e vê que o IFBA está precisando de serviços, temos que solicitar ao prefeito uma ajuda para que se faça pelo menos a roçagem para dar o mínimo de dignidade aos estudantes”.

Para o vereador Dentinho do Sindicato a educação e saúde são questões suprapartidárias. “É importante que a gente faça essa discussão aqui, chamando os deputados, pois entendemos que o IFBA atende grande parte dos jovens de Camaçari, e educação e saúde são questões que independem de lado, de partido, de governo municipal e federal”, enfatizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.