Open de Capoeira: em coletiva de imprensa, mestres enfatizam importância do esporte

Foi realizada no Teatro Alberto Martins, a abertura e coletiva de imprensa da 11ª edição do Camaçari Open de Capoeira, nesta sexta-feira (2). O projeto tem como tema “Mestre Canjiquinha, a alegria da capoeira”. Na ocasião, foi apresentado o trabalho de mestres de capoeira de diversos estados que participam do evento.

Responsável pelo evento, Mestre Grandão, destacou que a capoeira é Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade. “Esta é uma forma de valorizar essas pessoas que vem de tão longe para nosso evento. Estamos na 11ª edição e muitos nomes importantíssimos da capoeira estiveram em Camaçari. A capoeira é Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade, está em mais de 160 países e é a maior divulgadora da língua portuguesa no mundo”, explicou.

O secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Sessé Abreu, falou aos mestres presentes que é muito difícil fazer o que eles fazem. “Queria dizer que vocês nos representam. É muito difícil fazer um quantitativo do que vocês fazem para que muito jovens não sejam ceifados”.

O trabalho social da capoeira e dos mestres foi reforçado pelo mestre Tonho Matéria. “A cidade de Camaçari ganha muito com esse evento, já ganha com a capoeira, porque é um dos maiores instrumentos de sociabilidade. Se não tivéssemos a capoeira nas comunidades, o que seria do Brasil?”. Fato que também foi destaque na fala do contramestre Secão, que realiza um trabalho na Polônia. “A capoeira me salvou!”, afirmou ao lembrar que era da comunidade e que os amigos de infância já foram mortos pelo crime.

A importância de Washington Bruno da Silva, o Mestre Canjiquinha, foi lembrada durante todo o evento. A escolha foi motivada “por todo seu trabalho inovador, criativo e revolucionário, que influenciou toda a capoeira e marcou o seu nome por toda eternidade”, segundo o texto de abertura do evento. Ele é o tema de todos os eventos do ano da Associação de Capoeira Engenho (ACE), em cidades como Rio de Janeiro e Ceará, no Brasil, Viena e Milão, no exterior.

O Camaçari Open de Capoeira começou na noite da última quinta-feira (1), no Centro de Treinamento (CT) Engenho. As atividades seguem até o domingo (4) com festival infantil, dinâmicas, batizados e troca de graduações, além de workshops, roda, formatura, homenagens e show folclórico.

Confira a programação

Sábado (3)

9h – Festival Infantil de Capoeira, dinâmicas, batizado e troca de graduações – Local: CT Engenho

14h – Workshops com alguns dos maiores nomes da capoeira mundial – Local: CT Engenho

19h – Roda, batizado e troca de graduações – Local: CT Engenho

Domingo (4)

9h – Formatura, batizado, troca de graduações, homenagens e show folclórico – Local: Teatro Cidade do Saber

14h30 – Almoço e roda de Encerramento – Local: CT Engenho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.