“O Governo Bolsonaro agiu prudentemente ao indicar voto favorável a professores e policiais”, dispara Dayane

A deputada federal professora Dayane Pimentel (PSL) ressaltou que o presidente Jair Bolsonaro, a equipe econômica do ministro Paulo Guedes e o PSL entenderam que o sacrifício pedido a policiais e aos professores já era muito pesado e considerou prudente o voto favorável às duas categorias no âmbito da Reforma da Previdência.

“O PSL fechou questão, votando a favor dos professores e também dos policiais nos destaques da Reforma da Previdência. Essa foi a orientação do presidente Jair Bolsonaro e da equipe econômica, e eu entendo que ele (o presidente) foi muito prudente nisso”, apontou a deputada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.