Natal: confira dicas de segurança essenciais na hora de montar a decoração

Com a chegada do Natal, por tradição as pessoas costumam decorar suas casas com luzes decorativas (pisca-pisca). A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), alerta para cuidados ao adquirir, instalar e manusear a decoração luminosa.

Segundo o órgão, os cuidados começam já na escolha dos produtos. Os adornos devem ser de boa qualidade e, obrigatoriamente, certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). É importante procurar pela etiqueta “Resistente ao Fogo”. Essa medida preventiva pode evitar um incêndio, na eventualidade de um curto-circuito.

Antes de decorar a casa, é aconselhável também fazer uma revisão nas instalações elétricas, com um eletricista capacitado. Atenção também para fios desencapados, com a parte metálica aparente. A Coelba alerta ainda que o uso de várias ligações em uma mesma tomada, através do chamado “T” (benjamins) pode provocar aquecimento e curto-circuito.

Recomenda-se cuidado redobrado ao usar pisca-pisca em áreas externas das residências, pois pode agravar os riscos de acidentes.

Confira as principais dicas 

  •  Certifique-se de que o material comprado é atestado pelo Inmetro.
  •  Faça revisão dos fios decorativos e piscas antes da instalação, principalmente se for reaproveitar o material do ano anterior.
  •  Ao comprar uma árvore procure a etiqueta “resistente ao fogo”.
  •  Não utilize enfeites de papel em árvores com iluminação elétrica.
  •  Desligue os aparelhos e enfeites de Natal ao sair de casa ou na hora de dormir. Esta prática evita acidentes e o consumo desnecessário de energia.
  •  Nunca desligue aparelhos elétricos puxando pelo cabo ou fiação. Para desligá-lo da tomada, utilize o plugue. 
  •  Prefira enfeites de lâmpadas LED, pois são mais seguros e econômicos. 
  •  Dê preferência aos enfeites impermeáveis, pois são mais seguros, têm maior durabilidade e podem ser reaproveitados nos próximos anos.
  •  Evite deixar a instalação em área sujeita a chuva ou alagamento.
  •  Mantenha a fiação fora do alcance das crianças.
  •  Não instale o conjunto de lâmpadas em estrutura metálica.
  •  Siga corretamente as instruções do fabricante do produto.
  •  Não ligue as luzes em extensões e Benjamins (“T”).
  •  Não faça ligações clandestinas de energia para a iluminação natalina. Além de sobrecarregar o sistema, elas representam risco de curto-circuito, acidentes graves e é crime previsto no Código Penal Brasileiro. 

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.