Fiquem conectados conosco

Especiais

Mulheres de Camaçari: Emille Andréa quebra barreiras e brilha no futebol

Mirelle Lima

Publicado

em

De acordo com uma pesquisa realizada em 2019 pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), o Brasil possui 15 mil mulheres jogando futebol de maneira organizada, que disputam campeonatos amadores ou profissionais. A camaçariense Emille Andréa está incluída nesse número. Aos 16 anos, ela joga no time profissional do Vitória e já foi convocada três vezes para a Seleção Brasileira de Futebol Feminino sub-17.

Moradora de Vila de Abrantes, a atleta cresceu jogando futebol com os amigos na rua de casa. Ao perceber o potencial da jovem, a família a incentivou para seguir carreira. Foi a partir dos 12 anos, na Arena 2 de Julho, tendo Dilma Mendes como treinadora, que Emille pode evoluir e garantir as oportunidades essenciais para trilhar o caminho do futebol profissional.

Emille começou a jogar no Vitória aos 14 anos. Foi convocada para a Seleção Brasileira três vezes em 2019 e 2020. Foto: Reprodução/Instagram

Em entrevista ao Destaque1 ela conta que ter o apoio da família foi essencial, principalmente por uma tia como exemplo de atleta. “Minha tia Ziane sempre me levava pra treinar futebol e hoje ela é minha referência dentro do futebol feminino”, afirma.

A pesquisa realizada pela FIFA ainda mostra que o Brasil tem apenas 475 jogadoras abaixo de 18 anos registradas nos clubes, ou seja, Emille faz parte de uma pequena parcela de meninas presentes no futebol.

“Quando eu vejo uma mulher sendo campeã no futebol eu fico vendo a dedicação, esforço que ela teve pra levantar aquele troféu”, relata a atacante, consciente de que há uma desigualdade entre o futebol feminino e masculino.

A treinadora Dilma Mendes define a jovem como “o maior orgulho jovem de Camaçari”. Foto: Reprodução/Instagram

Com muitos sonhos pela frente, Emille deseja realizar todos através do futebol, que ela descreve como sua paixão. “Quero ter a realização de um título com a Seleção Brasileira e realizar os sonhos da minha família”, ressalta.

São atletas como ela que dão esperança para o futebol feminino do futuro. Uma área que ainda não possui o investimento e a atenção merecida.

Lugar de mulher é onde ela quiser, que você possa ser linda, superar o preconceito, o racismo e realizar seu sonho dentro de um esporte

Em 2019, durante a Copa do Mundo de Futebol Feminino, Marta se tornou a maior artilheira em copas do mundo, com 17 gols, o que inspirou diversas garotas a seguirem seus sonhos no esporte. Não é à toa que a jogadora é uma das influências de Emille. “Eu tenho como inspiração jogadoras como Ziane, Formiga e Marta”, finaliza.

Leia também

Mulheres de Camaçari: através das redes sociais, Cida propaga o empoderamento feminino

Mulheres de Camaçari: Fernanda Caroline faz da arte ferramenta de resistência

Dia Internacional: série ‘Mulheres de Camaçari’ tem início no domingo

UNIÃO 1
CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
ASSINATURA DESTAQUE1
HELLOA

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.