Marcelino não descarta sair do PT para ser candidato a prefeito em Camaçari

O vereador José Marcelino (PT) não desistiu de ser candidato a prefeito em 2020. E tudo indica que a vontade só aumenta. O político estaria, inclusive, cogitando a possibilidade de sair do Partido dos Trabalhadores para ser candidato. Assim como Téo Ribeiro (PT), (ver aqui), caso seja confirmada a saída do partido, Marcelino deve ir para uma legenda de esquerda, ou centro-esquerda, que esteja na base do governador da Bahia, Rui Costa (PT).

A principal motivação do político, que já possui três mandatos de vereador em Camaçari, seria a falta de espaço no PT. Com o lançamento da pré-candidatura de Ivoneide Souza, esposa do ex-deputado Luiz Caetano, todas as movimentações internas na legenda estariam sendo feitas no sentido de beneficiar a mais nova estrela petista no município.

Filiado ao PT há mais de 30 anos, Marcelino trabalhou como operário do Polo Petroquímico, onde militou no movimento sindical, na década de 80. O petista também foi coordenador do Movimento Negro Unificado (MNU). Antes de ser vereador, o político foi ainda coordenador de Eventos e secretário de Governo da Prefeitura de Camaçari.

Em 2009, elegeu-se vereador com a segunda maior votação daquele pleito e tornou-se líder do governo na Câmara Municipal. Em 2012, foi eleito com 2.055 votos. Ocupou o cargo de presidente da Casa Legislativa nos anos de 2015 e 2016. Candidatou-se a vereador novamente em 2016 e foi eleito mais uma vez com 2.025.

Um comentário em “Marcelino não descarta sair do PT para ser candidato a prefeito em Camaçari

  • domingo, 11 de agosto de 2019 em 18:45
    Permalink

    Estamos juntos pelo bem de Camaçari!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.