Marcelino defende implantação de Delegacia Especializada no Combate à Intolerância Religiosa e Crimes de Ódio em Camaçari

A Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 assegura a liberdade religiosa a todos os cidadãos. No entanto, de acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, somente em 2018, o Disque 100 recebeu 506 denúncias de intolerância religiosa no Brasil.

Em Camaçari, o vereador José Marcelino (PT) apresentou na sessão desta terça-feira (3), no Teatro Alberto Martins, a Indicação n° 1110/2019, que prevê a criação de uma Delegacia Especializada no Combate à Intolerância Religiosa e Crimes de Ódio no município.

“Pensando em combater esse problema e em amparar as vítimas de crimes motivados pelo ódio, a implantação de um instrumento que seja especializado para lidar com esses casos representa um grande avanço para transformar o mundo em um lugar igualitário, começando por Camaçari, cidade mãe e que abraça a diversidade”, justificou o vereador.

Marcelino solicita que a Mesa Diretora da Câmara encaminhe a indicação para o Governador do Estado da Bahia, Rui Costa (PT).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.