Mais Música na Escola lança edital para credenciamento de fanfarras e bandas marciais

O edital para credenciamento de fanfarras e bandas marciais interessadas em prestar serviços para o município de Camaçari através do Projeto “Mais Música na Escola” está com inscrições abertas até o dia 19 de abril. A objetivo da Secretaria de Educação (Seduc) é promover a aprendizagem de música nas escolas.

Serão admitidas a participar da seleção as fanfarras e bandas marciais com experiências comprovadas, através de registro em participação de concursos, atestados de participação e  certificados nas áreas artísticas e que apresentarem perfis compatíveis com os objetivos e natureza das ações do programa.

O projeto será voltado para a política de educação integral, como complementação das atividades curriculares de duração variada, destinadas a proporcionar tanto atividades práticas como teóricas que exercitem a experimentação e a reflexão acerca dos conteúdos relacionados com a linguagem artística musical.

De acordo com a Seduc, o público-alvo das ações culturais e artísticas no projeto é prioritariamente os alunos do ensino fundamental II, do 6º ao 9º ano, que corresponde à faixa etária de 10 a 15 anos, pois é nesse grupo que há os maiores índices de reprovação e evasão.

O edital foi lançado na última quarta-feita (20) e a lista com os documentos para inscrição e outras informações, estão disponíveis no aqui. Interessados devem apresentar a documentação na recepção da Coordenação de Materiais e Patrimônio da Seduc, situado no Centro Administrativo da Prefeitura. Não poderão participar servidores pertencentes aos quadros de funcionários da Prefeitura.

O prazo de vigência do contrato será de 12 meses, contados a partir da data de assinatura do instrumento contratual, que pode ser prorrogado conforme legislação em vigor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.