Fiquem conectados conosco

Política

Lei Orçamentária Anual 2021 é aprovada pela Câmara de Camaçari

A LOA planeja o financeiro periódico no qual são fixadas as estimativas de receita e despesa do município.

Avatar

Publicado

-

Foto: Reprodução

Foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Camaçari, nesta terça-feira (15), em caráter definitivo, o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o ano de 2021. O documento, de autoria do Poder Executivo Municipal, foi submetido à apreciação da Casa Legislativa em sessão extraordinária pela segunda vez, ocasião em que foi aprovado por unanimidade pelos edis.

A LOA 2021 foi referenciada na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que teve como base o Plano Plurianual (PPA), e analisada pelas comissões de Constituição e Justiça e de Finanças e Orçamento, recebendo parecer favorável em ambas. Em seguida, seguiu para votação em plenário uma primeira vez, na quinta-feira (10), quando foi aprovada por todos os vereadores, e pela segunda vez nesta terça-feira (15), quando a unanimidade se repetiu.

A Lei Orçamentária Anual, que planeja o financeiro periódico no qual são fixadas as estimativas de receita e despesa do município para o ano seguinte, também contou com a participação popular em seu processo de formulação por meio de audiência pública, que coletou opiniões e sugestões dos cidadãos camaçarienses.

Agora aprovado pelo Poder Legislativo, o Projeto de Lei, de n.º 1.012/2020, retorna ao Executivo para sanção e publicação no Diário Oficial do Município (DOM), procedimento que atribuirá a este o status de lei, para só então nortear os investimentos e ações planejadas para o exercício financeiro de 2021.

UNIÃO 1
SUPERLIMP
ASSINATURA DESTAQUE1
HELLOA

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.