JPT reivindica substituição do decreto que regulamenta transporte universitário em Camaçari

Nesta quinta-feira (13), a Juventude do Partido dos Trabalhadores de Camaçari (JPT) emitiu uma nota para reivindicar melhorias no transporte universitário oferecido aos estudantes que se deslocam para Salvador e Lauro de Freitas.

O grupo critica a ausência do transbordo noturno durante fevereiro, mês em que as instituições retornam as aulas. De acordo com a Coordenação do Transporte Universitário (CTU) o transbordo só terá início em março.

A nota ainda ressalta que a qualidade dos ônibus não é ideal para locomoção dos alunos e que o Decreto 6821/2017, que regulamenta o transporte universitário, deve ser substituído.

Confira a nota na íntegra

Na última semana, os universitários que estudam nas instituições localizadas em Salvador/BA retomaram as suas atividades acadêmicas, voltando assim a utilizar o serviço de transporte universitário.

Contudo os roteiros responsáveis por fazer o deslocamento dos estudantes até as universidades, bem como o retorno para suas casas, não estão funcionando de maneira adequada. Além da péssima qualidade dos ônibus, os estudantes estão sendo deixados no transbordo (Espaço 2000), altas horas da noite, sem segurança, entregues à própria sorte.   

A juventude do PT de Camaçari repudia veementemente essa ação desastrosa, que tem colocado em risco a vida dos estudantes, do mesmo modo que a fala do coordenador que tenta colocar no colo dos mesmos a culpa pelo não funcionamento do transporte.

Exigimos a substituição do Decreto 6821/2017, que não se inclui no cronograma acadêmico das universidades, uma vez que as aulas iniciam em fevereiro e terminam em dezembro.

Leia também 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.