Jogos Pan-Americanos: 486 atletas brasileiros disputam competição no Peru

Entre os dias 24 de julho a 11 de agosto acontecem as provas dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, no Peru. Atletas brasileiros disputam 49 das 61 modalidades da 18ª edição da competição. Deste total, 22 disputas podem garantir vagas diretas para competir nos Jogos Olímpicos ou somam pontos para o ranking que classifica para Toquio 2020.

A delegação brasileira reúne o recorde de 486 atletas nas disputas em busca de medalhas. Os Jogos de Lima registraram o maior volume de competidores de forma geral: seis mil atletas de 41 países competem em 417 eventos de 38 modalidades ao longo de dezessete dias.

A expectativa do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) é que o Brasil brigue pela segunda colocação no quadro de medalhas, assim como ocorreu na edição do Pan em 1963, na cidade de São Paulo. Na época, os brasileiros superaram o Canadá com um total de 52 medalhas: 14 ouros, 20 pratas e 18 bronzes. Os Estados Unidos lideraram a competição com 199 medalhas.

Entre os atletas com maiores chances de subir ao pódio estão onze medalhistas olímpicos: Mayra Aguiar e Rafaela Silva (judô); Rosângela Santos e Thiago Braz (atletismo); Arthur Zanetti e Arthur Nory (ginástica olímpica); Isaquias Queiroz e Erlon Souza (canoagem velocidade); Martine Grael e Kahena Kunze (vela); e Maicon Andrade (Taekwondo).

No atletismo, a delegação brasileira quer superar o fraco desempenho no Pan de Toronto, em 2017, cujo saldo se resumiu a duas medalhas. A equipe conta com 46 atletas entre homens e mulheres. As principais apostas estão concentradas em Darlan Romani (arremesso de peso), Alison Santos (400m com barreira) e Altobelli Silva (3000m com obstáculos).

A natação brasileira reúne a segunda maior equipe em Lima, com 35 atletas, entre homens e mulheres. A modalidade amealhou dez ouros nas últimas três edições do Pan (Rio de Janeiro, Guadalajara e Toronto). Entre os favoritos nas provas rápidas de nado livre estão Bruno Fratus (líder do ranking mundial nos 50m), Marcelo Chierighini (100m) e Fernando Scheffer (200m).  O brasileiro Guilherme Guido tem sido apontado como aposta na competição dos 100 metros da modalidade Costas. Nos 100m Peito, João Gomes e Felipe Lima também vão brigar por medalhas. Entre as mulheres, Etiene Medeiros vai à luta nos 50m Livre e nos 100m Costas.

Curiosidades

A delegação brasileira nesta 18ª edição dos Jogos Pan-Americanos registra a maior igualdade de gêneros desde o início do evento. Dos 486 atletas, 236 são mulheres (48,5%) e 250 homens (51,5%). Em 1951, a primeira edição do Pan, em Buenos Aires, na Argentina, havia apenas 22 brasileiras entre os 179 inscritos. Nas últimas edições, a média histórica de participação feminina do Brasil – aproximadamente 34% – começou a subir. Nos Jogos de Guadalajara, em 2011, elas representavam 45%. Na última edição, em Toronto, somaram  47,6%.

O recordista brasileiro em jogos Pan-Americanos é o velejador Cláudio Biekarck, de 68 anos. O Pan de Lima será o décimo na carreira do atleta. Com nove medalhas conquistadas, Biekarck é o mais velho da equipe. Dois anos mais novo, o velejador Gunnar Ficker (64) também está na disputa pelo pódio. No encontro de gerações do Time Brasil também estão duas atletas de 15 anos: a esgrimista Victória Vizeu e a Bia Mantellato, do polo aquático.

As diferenças extremas também aparecem no quesito peso: a atleta mais leve é Nicole Duarte, da ginástica rítmica, com apenas 40 quilos. Darlan Romani, do atletismo, levou o título de mais pesado da delegação brasileira com 155 quilos. Quanto à estatura, a atleta mais baixa é Flávia Saraiva, da ginástica artística, com 1,45 metros. Na outra ponta, Felipe Roque, da seleção masculina de vôlei, é o mais alto do Time Brasil, com 2,12 metros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.