Joaquim Barbosa declara voto em Haddad

Na manhã deste sábado (27), véspera do segundo turno das eleições, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, declarou voto no candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad.

Em sua conta no Twitter, Barbosa afirma que o voto trata-se de uma escolha racional. “Votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa. Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad”.

A última publicação do ex-ministro na rede social foi no dia 8 de maio, quando informou que havia desistido de disputar as eleições presidenciais pelo PSB, partido ao qual é filiado. A legenda já tinha declarado apoio ao PT no segundo turno.

Fernando Haddad agradeceu o apoio de Joaquim Barbosa, bem como daqueles que estão lutando para defender a democracia no Brasil.

Também no Twitter, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, criticou a posição de Joaquim Barbosa ao afirmar que o mesmo disse anteriormente que somente o pesselista “não foi comprado pelo PT no esquema de corrupção conhecido como Mensalão”. O presidenciável publicou um vídeo com a declaração do ex-ministro do STF.

Joaquim Barbosa foi relator do Mensalão, em 2006, e responsável por aceitar a denúncia dos 38 réus no processo, entre eles dirigentes do PT, PTB, MDB e PPS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.