Jackson propõe instalação de sinaleira na rotatória do Ficam

A mobilidade urbana de Camaçari e a segurança no trânsito foram discutidas na sessão desta quinta-feira (6), no Teatro Alberto Martins. O vereador Jackson Josué (PT) apresentou a indicação de n° 289/2019, que prevê a instalação de um complexo de sinaleira eletrônica na rotatória do Ficam, na Praça da Lua, na Radial B.

O petista destacou que no local já ocorreram diversos acidentes, inclusive fatais, e questionou ao vereador e presidente da Casa Legislativa, Jorge Curvelo (DEM), a resistência que o mesmo demonstrou quando houve a  sugestão durante outros governos. “Já estou vereador há seis anos, em uma luta árdua do nosso mandato para instalar essa sinaleira ali na Praça da Lua, ali senhor presidente [Jorge Curvelo], diversas vezes acidentes, e acidentes fatais já aconteceram. Lembro-me que vossa excelência ainda vereador de oposição, o senhor questionou a questão de uma sinaleira que a STT na época estava tentando fazer a época, e o senhor falou que era um absurdo o valor daquela sinaleira, que no mercado existia a sinaleira por novecentos reais. Espero que o governo atenda a demanda da população de Camaçari”.

Morador da região, o vereador Pastor Neilton (PSB) afirmou que a sinaleira irá ordenar o trânsito. “Realmente o vereador Jackson está correto na preocupação e essa sinaleira vai atender não somente os moradores do Ficam, mas também do Gravatá. O índice de acidentes é muito grande, a gente vê os alunos querendo passar de um lado para o outro e esperamos a boa vontade dos motoristas para poder para, porque não respeitam as faixas de pedestre que há no local. Essa sinaleira vai ordenar o trânsito e Camaçari só tem a ganhar”, reforçou.

Ao responder o questionamento de Jackson, Jorge Curvelo esclareceu que na época não concordou com os valores apresentados. “Na época quando me coloquei contra as instalações das sinaleiras, foi porque a STT [Superintendência de Transito e Transporte] havia feito uma licitação no valor de 26 milhões para a compra de sinaleiras e chegou a afirmar aqui que gastaria apenas dois milhões para instalar dez sinaleiras, o que na época achei um absurdo e me posicionei contra. Mas hoje, o governo é outro, a gestão é outra e concordo com a sua indicação”, pontuou o democrata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.