Estudantes de Camaçari participam de atividades voltadas para o Novembro Negro

Os estudantes do Colégio Polivalente de Camaçari participaram nesta terça-feira (5) da culminância do projeto “Por uma África afirmativa na raça – conhecendo nossa história: da África ao Brasil”, que contou com performances de dança, exposição de quadros, oficinas de trança, declamação de poesias e feira de comidas típicas.

O projeto visa ressaltar e valorizar a África como construtora cultural de diversos povos, sendo considerada o berço da civilização mundial, além de conscientizar os educandos sobre a representatividade da identidade negra no Brasil e no mundo e autoaceitação como negro. A iniciativa, que também será realizada no dia 13, faz parte das comemorações ao Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro.

As atividades do projeto também ressaltam a questão da diversidade cultural entre Brasil e África, em um processo de identificação com as identidades culturais, com o intuito de resgatar a cidadania. Além de relacionar os conteúdos com as disciplinas, o projeto trabalha a autoestima e o sentimento de pertencimento da cultura negra.

Estudantes do Polivalente

O estudante do 3º ano, Mateus dos Santos, de 17 anos, que declamou o seu poema autoral intitulado “Lágrimas do negro”, falou da importância da atividade. “O marco negro não é só de representatividade negra e, sim, de todas as minorias e grupos que buscam respeito. Atividades como esta são importantes para fortalecer o movimento negro através da valorização da cultura, identidade e beleza negra”, comentou.

David Coutinho, 17 anos, também do 3º ano, produziu cartazes sobre a temática e recitou o poema “Velho Negro”. Para ele, é essencial trabalhar essa temática na escola. “O dia da Consciência Negra é todo dia, porém damos uma importância ao dia 20 para que seja o início de um conceito explicativo sobre temas como religião, dança, culinária, voz ativa e personalidade marcante de cada um. Gostei muito de participar do evento e explorar o tema dentro da proposta do projeto”, afirmou o estudante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.