Enem apresenta menor índice de ausentes desde 2009

 

A taxa de ausentes no primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, no último domingo (4), foi de 24,9%. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), esse foi o menor índice desde 2009, quando o exame passou a ser aplicado em dois dias.

O Enem 2018 teve 5.513.749 inscrições confirmadas. Para o ministro da Educação, Rossieli Soares, o número reduzido de ausentes pode ser atribuído, entre outros fatores, às novas regras para solicitar gratuidade na inscrição do exame. De acordo com os critérios adotados, se o estudante faltar em uma edição do Enem, ele perde o direito de solicitar a isenção da taxa em outros anos.

Esta também foi a edição do Enem com maior número de confirmações eletrônicas já feitas. Ainda de acordo com o Inep, cerca de 89,45% dos participantes inscritos consultaram seus locais de prova por meio do cartão de confirmação. Os estados da região Nordeste foram os que tiveram maior índice de consulta ao cartão.

Em todo o País, ocorreram 71 casos de eliminação, a maioria por descumprimento de regras gerais do edital. Em 32 locais de prova houve problemas pontuais relacionados ao abastecimento de água e energia. Os estudantes prejudicados irão refazer as provas do primeiro dia em 11 e 12 de dezembro. O segundo dia de provas, no próximo domingo (11), seguirá normalmente.

Segundo dia de provas

A aplicação do Enem continua no próximo domingo (11) com as provas de Ciências da natureza e suas tecnologias e Matemática e suas tecnologias. A prova terá 90 questões e 5 horas para resolução, 30 minutos a mais que no ano passado.

Os gabaritos e Cadernos de Questões serão liberados em 14 de novembro, no site do Enem. Os resultados estão programados para 18 de janeiro de 2019.

*Com informações do MEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.