Em seis meses, mais de 40 mil casos de dengue são registrados na Bahia

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), o número de casos de Dengue registrados entre janeiro e junho deste ano é quase sete vezes maior que no mesmo período de 2018. A Sesab registrou este ano mais de 40 mil casos de dengue em 345 cidades baianas; 20 pessoas já morreram por causa da doença e outras 38 mortes por suspeita de dengue estão sob investigação.

Luiz Oliveira, presidente da AbcPrag,

O presidente da AbcPrag, entidade que representa as empresas controladoras de pragas urbanas na Bahia, Luiz Oliveira, alerta para o trabalho em equipe que deve ser realizado para combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue. “É importante que moradores, líderes de associação de bairros, síndicos e moradores de condomínios atuem conjuntamente na guerra contra o Aedes Aegypti. Esta união para a adoção de simples medidas pode salvar vidas”.

Segundo Oliveira, locais que passam longos períodos fechados exigem uma atenção especial. “Vasos sanitários que não são usados diariamente, por exemplo, devem ser mantidos tampados. Se o vaso não tiver tampa, o ideal é vedar com saco plástico e fita adesiva”, explica.

Ao falar sobre o combate, o presidente da AbcPrag ressalta que deve ser procurado um controlador de pragas. “O ideal é procurar um controlador de pragas devidamente credenciado”, orienta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.