Elinaldo convoca deputados e defende formação de frente única de proteção costeira do Nordeste

O prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM), se reuniu na tarde desta segunda-feira (4), com os deputados federais Leur Lomanto Jr. (DEM) e Paulo Azi (DEM) para solicitar a formação de uma frente unificada de proteção costeira do Nordeste, região que vem sofrendo durante os últimos três meses com o surgimento de manchas contendo um forte concentrado de petróleo e outros compostos químicos.

O grupo visitou o Comando do 2º Distrito Naval, no bairro do Comércio, em Salvador, em busca de informações sobre a movimentação das manchas na Bahia e o monitoramento diário que está sendo realizado.

Reunião no Comando do 2º Distrito Naval, em Salvador

A Prefeitura de Camaçari montou um comitê para gerenciamento do incidente e manutenção de serviços de limpeza das praias e já está há mais de um mês monitorando o aparecimento dos resíduos na Bahia. Com o surgimento das primeiras manchas no litoral camaçariense, dia 10 de outubro, o município se dividiu em duas frentes de trabalho: através da Defesa Civil e da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), na retirada dos resíduos, e por meio das secretarias de Turismo (Setur) e Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), com ações estratégicas junto ao Estado, para garantia de EPIs, orientação sobre descarte dos resíduos e mobilização das cidades que fazem parte da governança turística Costa dos Coqueiros.

O prefeito foi recebido no Comando Naval pelo Almirante Silva Lima e oficiais, que conduziram o gestor municipal e os deputados baianos em uma visita na sede da instituição para conhecer a tecnologia que está sendo aplicada e estrutura disponível para proteção costeira do Estado. Elinaldo aproveitou para tirar dúvidas sobre recursos, estudos para contenção no caso da chegada de um fluxo maior dessa substância e quais métodos preventivos para minorar os impactos ambientais.

“Camaçari foi a primeira cidade da Bahia a tratar dessa pauta de uma forma conjunta. Juntamos os representantes dos municípios da Costa dos Coqueiros e estamos buscando soluções para todos. Agora acionei dois representantes do Estado na Câmara dos Deputados e eu quero pedir a todos os prefeitos das áreas afetadas pelo óleo que se mobilizem, busquem a representação dos deputados eleitos por suas cidades e vamos formar uma pauta única. Não existe nenhuma pauta nacional mais importante do que essa hoje no Brasil”, defende o prefeito.

Durante a visita, os deputados Leur Lomanto Jr. e Paulo Azi se comprometeram a continuar acompanhando as ações de limpeza das praias no Estado e cobrar mais apoio para os municípios. A preocupação do grupo é pela manutenção das frentes de trabalho, sobretudo, nas cidades cuja principal receita está ligada ao Turismo, pesca artesanal, extração de mariscos e crustáceos. A mobilização dos parlamentares baianos tem como objetivo evitar que a população sofra com os impactos econômicos e de saúde pública, que uma situação de contaminação prolongada pode causar.

O prefeito Elinaldo reforçou, durante a reunião, a manutenção das equipes de monitoramento e limpeza em Camaçari e agradeceu o apoio dos voluntários.

Viu óleo na praia?

Se for em grande quantidade ou você não tenha os equipamentos necessários, acione o apoio técnico da Prefeitura de Camaçari, ligando para o 199. Os agentes da Defesa Civil estão diariamente nas praias efetuando a limpeza e o monitoramento da região costeira.

Neste momento, o apoio dos voluntários tem sido fundamental para limpeza e proteção das nossas praias. Mas, para evitar o risco de incidentes ou algum tipo de contaminação por óleo, siga essas recomendações: use luvas, pás e outras ferramentas para remover o material; ao recolher, armazene em baldes ou sacos plásticos; não jogue junto com o lixo comum. Para remover, entre em contato com a Defesa Civil (199).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.