Fiquem conectados conosco

Artigo

Diferenças entre alimentos in natura, processados e ultaprocessados, por Arielly Souza

É necessário saber diferenciar os alimentos para fazer escolhas saudáveis.

Arielly Souza

Publicado

em

Foto: Reprodução

Nos dias de hoje, a demanda de atividades tem sido tão grande que as pessoas, na maioria das vezes, não conseguem manter uma refeição equilibrada, preparar suas próprias refeições. É comum recorrer à comida de rua, e, por isso, é necessário saber diferenciar os alimentos para fazer escolhas saudáveis.

Imagem: Arielly Souza

O básico de uma alimentação consiste no consumo de alimentos in natura e minimamente processados, com proteínas magras, carboidratos complexos, frutas, legumes, boas fontes de óleos e gorduras, controle do consumo de açúcar e sal. É necessário um consumo mais regrado de alimentos processos, evitando os alimentos ultraprocessados. Sendo assim, separei para você uma explicação sobre os tipos de alimentos que vão contribuir para a manutenção da sua saúde.

Alimentos in natura

São os alimentos que não passam por nenhum processo de alteração, e devem ocupar a base do seu cardápio. São obtidos de plantas e animais, sendo as melhores opções para sua refeição. Seus exemplos são: frutas, verduras, legumes, carnes, peixes e ovos. Nesse grupo também falamos dos alimentos minimamente processados, que também são ótimas opções para compor um prato. Estes passam por um processo de limpeza, remoção de partes não comestíveis ou indesejadas, moagem, secagem, pasteurização, porém não são adicionadas outras substâncias. Seus exemplos são: arroz, feijão, frutas secas, castanhas e nozes sem sal, farinhas de milho e mandioca.

Alimentos processados

São alimentos que são fabricados para durar por mais tempo, para ser mais atraente ou até mesmo para ter modificado seu sabor, tornando-os mais palatável; pode ocorrer a adição de sal, açúcar ou outras substâncias. Devem ser consumidos em menor quantidade, um complemento para uma refeição rica em alimentos in natura e minimamente processados. Os exemplos são: sardinha e atum enlatados, frutas em caldas, conservas de milho, palmito, ervilha, carnes defumadas e salgadas.

Alimentos ultraprocessados

São produtos já pronto para o consumo, formulações industriais feitas com pouco ou nenhum alimento. Estes sempre passam por um processo de adição de aditivos, como corantes, aromatizantes, realçadores de sabor, gordura hidrogenada e amido modificado. Seus exemplos são: salsichas, biscoitos, geleias, sorvetes, molhos, refrigerantes, sopas prontas, macarrão instantâneo (assim como seus temperos), produtos congelados e prontos para aquecimento, como hambúrgueres, pizzas e nuggets.

Arielly Souza é nutricionista atuante da área clínica.

*Este espaço é plural e tem o objetivo de garantir a difusão de ideias e pensamentos. Os artigos publicados neste ambiente buscam fomentar a liberdade de expressão e livre manifestação do autor(a), no entanto, não necessariamente representam a opinião do Destaque1.

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. _____________________________

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.