Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio: sinais, prevenção e locais com atendimento psicológico gratuito

No dia 10 de setembro, celebra-se o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, a data instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2003 pretende alertar para os sintomas e causas do suicídio.

Contudo, o tema ainda é um tabu e não possui o espaço de debate necessário. De acordo com a OMS, o suicídio é responsável por 800 mil mortes no mundo e o Brasil é o oitavo país com maior número de episódios.

É importante discutir o tema, não só durante o Setembro Amarelo, mas no cotidiano, em diversas esferas. O suicídio é um fenômeno complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero.

Também segundo a OMS, nove em cada 10 casos de suicídio poderiam ser prevenidos, o que torna a identificação dos sintomas e o tratamento imprescindíveis.

Sinais

Os sinais de alerta descritos abaixo não devem ser considerados isoladamente. Não há uma “receita” para detectar seguramente quando uma pessoa está vivenciando uma crise suicida, nem se tem algum tipo de tendência suicida. Entretanto, um indivíduo em sofrimento pode dar certos sinais, que devem chamar a atenção de seus familiares e amigos próximos, sobretudo se muitos desses sinais se manifestam ao mesmo tempo.

  • Preocupação com a própria morte ou falta de esperança
  • Expressão de ideias ou de intenções suicidas.
  • Isolamento
  • Problemas de conduta

Prevenção

É importante incentivar a pessoa a procurar ajuda de profissionais de serviços de saúde, de saúde mental, de emergência ou apoio em algum serviço público. O Ministério da Saúde publicou uma cartilha com quatro passos para ajudar uma pessoa sob risco de suicídio.

 Atendimento gratuito

Diversas instituições de ensino oferecem atendimento de psicologia gratuito em Camaçari e Salvador. Confira alguns:

  • Faculdade Metropolitana de Camaçari (Famec) – (71) 3186-3250
  • Universidade Federal da Bahia (Ufba) – (71) 3235-4589
  • Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (Bahiana) – (71) 3276-8259
  • Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) – (71) 3206-8015
  • Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC) – (71) 3281-8073

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.