Contra privatização, funcionários dos Correios estão em greve por tempo indeterminado

A partir de assembleias realizadas em todo país, funcionários dos Correios decidiram na noite desta terça-feira (10) pela greve geral unificada por tempo indeterminado. A Bahia conta com 5 mil trabalhadores e cerca de 700 unidades dos Correios.

O movimento é contra a privatização da empresa. Os Correios integram a lista de 17 estatais que tiveram a privatização anunciada pelo governo Jair Bolsonaro. Companhias como a Empresa Brasil de Comunicação, a Casa da Moeda, a Telebras e a Eletrobras também passarão a ter apenas capital privado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.