Fiquem conectados conosco

Destaque

Comerciantes reclamam de abandono do antigo Camelódromo

Beatriz Santos

Publicado

-

O antigo Camelódromo de Camaçari, situado na Rua Castro Alves, passa por situação crítica de infraestrutura há anos. De acordo os comerciantes que trabalham próximo ao local, o espaço tem sido alvo de vândalos.

Atualmente, apenas uma parte do prédio é utilizada. Lá, a Associação Camaçariense de Tênis de Mesa desempenha as suas atividades, que também precisa de uma atenção maior.

A vendedora ambulante Jeane da Silva, de 32 anos, ressalta que “esse espaço poderia ser tantas coisas, por exemplo, um espaço de atendimento de saúde, seria um auxílio já que o SUS está uma verdadeira negação”.

Sônia Sirnei, 30,  também vendedora na região, diz que o espaço está abandonado e só serve para ações de vândalos. “Deixar um local tão amplo assim, é um desperdício de espaço e de dinheiro. A prefeitura poderia pensar em fazer um estacionamento no local, ou até mesmo uma unidade de serviço de urgência. Esse espaço aí, está servindo para vandalismo, prostituição e drogas. Acontece de tudo. É um risco pra gente”, denuncia.

Outra possibilidade apontada pelos comerciantes, é a possível padronização das barracas do calçadão e a mudança para vender dentro do antigo Camelódromo.

“Seria muito bom se ocupássemos o lugar. Mas primeiro todo esse espaço precisa de uma reforma. Quando chove, alaga tudo, as pessoas que guardam seus pertences lá dentro, se prejudica. Além disso, muitas pessoas caem com o piso escorregadio ”, diz a vendedora Claudiane dos Santos, 35.

Maria Lima, de 39 anos, ressalta que “todo esse espaço precisa ser revigorado, esse prédio do Camelódromo todo. Essa parte dos tenistas é muito suja e ruim. Eu passo por aqui todos os dias à noite e está sempre tudo aberto. É um riscos para os jovens e para nós”.

O treinador de tênis de mesa, Maurício Calhau, ressalta a necessidade de melhorar a infraestrutura do local.  “Precisamos terminar o muro de bloco para melhorar a estrutura. Precisamos fazer mais um banheiro  para dar conforto, além de uma porta para o banheiro, pois hoje não tem. Precisamos dessa estrutura para atender tanta gente que quer o esporte,” diz o treinador.

Atualmente a Associação Camaçariense de Tênis de Mesa atende 25 atletas, sem faixa etária estabelecida.

Em 2016, o ex-prefeito Ademar Delgado, assinou uma ordem de serviço para o espaço de 2.663,30 metros quadrados que se tornaria um Restaurante Popular. O investimento passaria de R$ 3 milhões. As obras estavam previstas para começar em junho do mesmo ano.

O Destaque1 entrou em contato com a Prefeitura de Camaçari para questionar se existem ações  previstas para o espaço, porém a reportagem não teve retorno até o fechamento da matéria.

CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
Natal Boulevard 300×250

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.