Fiquem conectados conosco

Artigo

Com segunda maior bancada na Câmara, vereadores do Cidadania entram na disputa pela presidência

Políticos têm conversado sobre lançar o correligionário Jamelão para o pleito que irá definir o comando do legislativo municipal.

Lenielson Pita

Publicado

em

Dudu, Ivandel, Samuka e Jamelão. Fotos: Reprodução

Na eleição do último dia 15 de novembro o Cidadania obteve 20.640 votos (15,17%) em Camaçari e elegeu quatro vereadores para a Câmara Municipal, um a menos que o Democratas, que somou 27.489 votos (20,2%).

Democratas, Cidadania e PSDB detêm as maiores bancadas na Casa Legislativa com cinco, quatro e três vereadores, respectivamente. Logo após estão Republicanos, PT, e PSL, com dois cada. Depois aparecem, com um vereador, o PSB, PDT e PP.

A eleição da mesa diretora do legislativo municipal será em 1º de janeiro de 2021, no entanto, as articulações começaram logo após a homologação do resultado do pleito que definiu os novos vereadores.

Ao todo, a Câmara Municipal tem 21 cadeiras; a base do governo ocupa 16 delas e a oposição cinco. O cenário é favorável aos governistas, pois os políticos já têm número suficiente para eleger o próximo presidente. Porém, o favoritismo só será materializado se montarem chapa única.

Jorge Curvelo (DEM), Elias Natan (PSDB), Júnior Borges (DEM) e Flávio Matos (DEM) estão com os nomes à disposição dos colegas e almejam garantir a preferência do líder do grupo, o prefeito Elinaldo Araújo (DEM) [ver aqui].

Entretanto, a disputa deve ganhar mais um nome a partir desta segunda-feira (30). Cientes da importância que possuem, principalmente enquanto segunda maior força da Casa, os vereadores Dudu do Povo, Ivandel Pires e Dr. Samuka têm conversado sobre lançar o correligionário Jamelão para o pleito que irá definir o próximo comandante do legislativo municipal.

Em 2016, quando foi eleito pela primeira vez, Jamelão estava no DEM, obteve 1.605 votos e foi o décimo sexto mais votado. Reeleito em 2020 pelo Cidadania, o político conquistou 1.783 votos e foi o décimo mais votado. “Jamelão é homem de confiança do prefeito”, disse uma fonte a este articulista, justificando a viabilidade do político para o cargo.

Atualmente, em Camaçari, o Cidadania é presidido pelo ex-vereador Cleber Alves, mas foi Elinaldo quem arquitetou todo o processo eleitoral da legenda no município, inclusive a ida de Cleber para o partido.

Neste domingo (29), Cleber disse desconhecer tal movimentação. “Ainda não sei disso, vou conversar com os vereadores e com o prefeito”, comentou.

Porém, o fato é que os novos vereadores estão atentos e pretendem sentar à mesa com o líder do grupo, o prefeito Elinaldo, para, juntos, dialogarem sobre quem deve ser o próximo presidente da Câmara Municipal. Os veteranos que se preparem.

Lenielson Pita é jornalista e editor do Destaque1

UNIÃO 1
CAMAÇARI CARD
SUPERLIMP
ASSINATURA DESTAQUE1
HELLOA

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.