Com mais de 250 mil bolsas, ProUni recebe inscrições até sábado

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni)  vão até as 23h59 deste sábado (1). Ao todo, são 252.534 bolsas ofertadas, sendo 122.432 integrais (100%) e 130.102 parciais (50%). O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 4 de fevereiro.

Para se candidatar, o estudante deve informar o número de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e a senha usada no exame. No momento da inscrição, o candidato faz, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil. O participante com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo pode optar por concorrer a bolsas destinadas a políticas de ações afirmativas.

Podem participar do processo seletivo do ProUni estudantes brasileiros que não possuam diploma de curso superior e tenham participado da edição de 2019 do Enem, tendo obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas do exame e nota superior a zero na redação.

Os outros requisitos para tentar uma das bolsas são:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Neste último caso, não é necessário comprovar renda.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Já para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.