Camaçari: oposição defende uso de receita do IPTU na saúde, bancada de governo critica ‘fórmula mágica’ e afirma avanço no setor

Os problemas vistos frequentemente na saúde de Camaçari, principalmente no atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Gleba A, foram tema de discussão na sessão desta terça-feira (28), no Teatro Alberto Martins. Após o expediente do dia, nos assuntos gerais, o vereador Jackson Josué (PT) gerou um debate acerca do assunto ao criticar a administração da saúde de Camaçari.

O petista cobrou o investimento na saúde utilizando a receita arrecada com o IPTU. “Quando a gente fala em relação à saúde do município de Camaçari, um caos total na UPA ali da Gleba A e Gravatá, estive lá ontem à noite e presenciei […] R$ 63.125.048,30 essa foi a receita de IPTU no mês de abril dessa cidade, dos 417 municípios desse estado, poucos conseguem ter essa receita durante o ano, e eu estou falando aqui só do mês de abril. E cadê o investimento na saúde? É doloroso ver um pai, uma mãe de família procurar a UPA e passar horas para receber o atendimento porque há uma superlotação”, criticou.

Jackson também cobrou a reabertura da UPA da Gleba B. “Fui contra o fechamento da UPA da Gleba B, e hoje, se os senhores quiserem, tá ali a UPA da Gleba B, pra amenizar a situação, é só reabrir, é toda a estrutura que tá lá, tem uma estrutura de UPA. Vamos atender a população da cidade, porque uma UPA só não dá conta e aqui tem recurso gente, é do IPTU”, enfatizou.

O vereador e presidente da Casa, Jorge Curvelo (DEM), rebateu o colega e afirmou que os problemas encontrados na saúde atualmente são resultado da gestão do Partido dos Trabalhadores na cidade. “Vocês nunca deram isso no governo de vocês, o senhor chega aqui com sua fórmula mágica, com sua varinha de condão dizendo que tem solução pra tudo. Interessante, o seu governo passou aí 12 anos e o senhor nunca deu um toquinho com sua varinha de condão pra que as coisas dessem certo. Nós temos uma saúde que está em recuperação, nós encontramos sim uma saúde no caos, 12 anos da gestão de vocês e nada tínhamos, tudo que o senhor reclama, nós conseguimos amenizar”, disparou.

Curvelo também ironizou a indicação nº 412/2019 da autoria de Jackson, que prevê a instalação de um bonde teleférico no Morro da Manteiga. “Não sei se teremos dinheiro para fazer bondinho pra subir e descer o Morro da Manteiga”.

Ao responder o questionamento de Jackson sobre a UPA da Gleba B, o vereador Niltinho (PR), assegurou que há a intenção de transformar o local em uma unidade de saúde para a mulher. “Eu me reuni com o prefeito Elinaldo [Araújo] e há a possibilidade de transformar a antiga UPA da Gleba B em uma unidade de saúde própria para a mulher”, informou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.