Fiquem conectados conosco

Geral

Base do Mercado Livre em Lauro de Freitas garante entrega em até um dia na RMS

A ideia é aumentar ainda mais a oferta de frete grátis na região.

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução

O Mercado Livre já deu início as operações do Centro de Distribuição (CD) em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Para a instalação, o empreendimento recebeu amplo apoio institucional das secretarias do Planejamento (Seplan), de Desenvolvimento Econômico (SDE) e da Fazenda (Sefaz).

O objetivo é realizar entregas no mesmo dia ou dia seguinte para a RMS, dependendo do horário da compra. Já as encomendas para o Recife poderão ser feitas em até um dia. Além de fazer entregas mais rápidas para o Nordeste, a ideia é aumentar ainda mais a oferta de frete grátis na região.

O CD em Lauro de Freitas, possui 35 mil metros quadrados, com capacidade de expansão e capacidade para atender mais de 100 mil clientes por dia. O espaço vai iniciar as atividades com 50 colaboradores, podendo chegar, em sua capacidade máxima, a 500 pessoas trabalhando na operação.

“A Bahia vem, cada vez mais, se tornado uma locomotiva de desenvolvimento. Este grande centro logístico coloca o estado na rota da modernização e concretiza mais uma importante etapa de crescimento econômico neste momento de retomada”, afirma o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

A operação do CD será no modelo Fulfillment, em que o Mercado Livre fica responsável por todo o processo logístico do vendedor do marketplace, do estoque de produtos ao pós-venda. Este é o terceiro CD de Fulfillment da empresa no Brasil e primeiro no Nordeste. Os outros dois estão localizados em Louveira e Cajamar, no estado de São Paulo.

Copyright © 2017-2021 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. _____________________________

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.