Fiquem conectados conosco

Política

Arnaldo Brito ocupa interinamente o comando da Sedur em Camaçari

“Vamos manter a estratégia que já existe, dando continuidade aos projetos e ações em andamento”, revelou.

Avatar

Publicado

-

Arnaldo Brito. Foto: Reprodução

O subsecretário do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Camaçari, Arnaldo Brito, assumirá a gestão da pasta interinamente. A transição se faz necessária devido ao falecimento do ex-secretário Genival Seixas, neste domingo (11). O governo municipal lamentou a morte do gestor e decretou luto oficial de três dias, determinando a suspensão de atividades administrativas neste período.

Arnaldo Brito sempre atuou nas áreas de finanças e administração e é servidor público municipal de carreira há 43 anos, sendo a maior parte na Secretaria da Saúde (Sesau), de onde foi transferido, quando já ocupava o cargo de controlador interno, para contribuir com a gestão da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), atuando como subsecretário por quase um ano. O cargo seguinte foi o de subsecretário na Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), que ocupa há quase 2 anos.

Um comunicado será publicado em breve no Diário Oficial do Município (DOM), legitimando a ocupação interina do cargo de secretário da Sedur por Arnaldo Brito, que já tratou com o prefeito Elinaldo Araújo (DEM) e com o secretário de Governo, José Gama, sobre a nova responsabilidade que lhe será confiada.

“Vamos manter a estratégia que já existe, dando continuidade aos projetos e ações em andamento”, revelou, acrescentando que lamenta a morte do amigo Genival e se solidariza com a dor dos familiares.

UNIÃO 1
UNIÃO 2
UNIÃO 3
CAMAÇARI CARD

Copyright © 2017-2020 Destaque1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total de conteúdo deste site sem autorização por escrito da Good Comunicação Ltda. Rua Francisco Drumond, nº 54 A, 1º Andar, Sala 102, Centro, Camaçari, Bahia.

error: Alerta: Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou botões disponíveis na página. A medida visa preservar o investimento que o Destaque1 faz no jornalismo.