Análise detecta que óleo encontrado no Rio de Janeiro é compatível com do Nordeste

O Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), divulgou nesta terça-feira (26) o resultado da análise feita nos fragmentos de óleo encontrados em praias do Rio de Janeiro.

O material foi avaliado pelo Instituto de Estudo do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), que constatou que os resíduos são compatíveis com o óleo encontrado no litoral da região Nordeste e Espírito Santo.

No último domingo (24), pequenos fragmentos de óleo foram detectados e removidos nos seguintes locais do Rio de Janeiro:

  • Praias de Santa Clara e Guriri, em São Francisco de Itabapoana;
  • Praias do Barreto, em Macaé;
  • Canal das Flechas, em Quissamã;

Leia também 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.